Câmara da Guarda pretende contratar serviços para intervenção nas árvores do concelho

A autarquia justifica que, de acordo com o levantamento efectuado, se verificou que grande parte das árvores da Guarda e também de algumas freguesias do concelho necessitam de intervenção. Dessa observação foram definidos cinco tipos de intervenção, isto é, algumas das árvores deverão ser podadas e outras abatidas, «incidindo «na sua esmagadora maioria sobre árvores mortas, localizando-se a grande parte do Parque Municipal da Cidade, junto da Rua Alves Roçadas», refere a proposta a que o TB teve acesso.
Está também prevista a plantação e retancha de 202 árvores dispersas por diversos locais, destroço de cedros e tratamento químico de tílias.
Com o argumento de que o município «não dispõe de meios técnicos especializados na área para, de imediato e dentro do período que é permitido, efectuar este tipo de trabalhos, será necessário proceder à contratação destes serviços, prevendo-se um custo de 60 mi euros, a que acresce a taxa de IVA em vigor».
A proposta deverá ser submetida à discussão e aprovação amanhã na reunião do executivo municipal, que decorrerá em Aldeia Viçosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close