Câmara da Guarda quer impedir a degradação da estrutura do semi-coberto do Parque Urbano do Rio Diz

Na reunião do executivo municipal da Guarda, agendada para amanhã em Aldeia Viçosa, deverá ser submetida à discussão e aprovação a proposta para contratar, por ajuste directo, serviços para a manutenção e limpeza da estrutura tensada do semi-coberto do Parque Urbano do Rio Diz.
Na proposta, a que o TB teve acesso, a autarquia lamenta que, apesar de a CENO TEC GmbH Textile Construtions, empresa que construiu a estrutura, ter recomendado que a limpeza e manutenção da tela fossem efectuadas duas vezes por ano (uma após o Verão e outra após o Inverno), «contudo desde a construção da mesma em 2008 nunca foi feita nenhuma limpeza e manutenção». Uma situação que, acrescenta o município, tem feito com que o estado da tela se agravasse, «tendo-se verificado na última FIT [Feira Ibérica de Turismo] a entrada de água na zona dos dois pórticos».
Para resolver o problema, a autarquia solicitou à empresa CENO TEC que analisasse o caso e apresentasse uma proposta para a manutenção de toda a estrutura e para a limpeza da membrana. E é essa proposta, no valor de 71 mil euros, acrescido de IVA, que deverá ser amanhã submetida à discussão e aprovação na reunião do executivo municipal, que decorrerá em Aldeia Viçosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close