Campanha oficial arranca hoje com poucas iniciativas devido à situação sanitária

A campanha oficial para as eleições presidenciais arranca hoje com a maioria dos candidatos a centrar as acções na parte da manhã, antes do recolher domiciliário às 13:00, devido à pandemia de covid-19.

Este fim-de-semana está proibida a circulação entre todos os concelhos de Portugal continental (entre as 23:00 horas de 8 de Janeiro e as 5:00 de 11 de Janeiro) e entrou em vigor o dever de recolhimento domiciliário em 253 concelhos, às 13:00 horas.

Apesar da actividade político-partidária não ser abrangida pelas restrições do estado de emergência, algumas candidaturas optaram por adaptar as campanhas, reduzindo contactos de rua ou limitando os horários.

As eleições presidenciais estão marcadas para 24 de Janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close