Casa da Sagrada Família vence “Prémio Solidário Transportes Bernardo Marques”

A Casa da Sagrada Família, na Guarda, venceu o “Prémio Solidário Transportes Bernardo Marques”, instituído pelo Clube Escape Livre (CEL). Devido à pandemia por Covid-19, a instituição recebe o galardão «de forma especial, através das diversas ferramentas digitais disponíveis, e não presencialmente, como é habitual», adianta o CEL, em comunicado.
O prémio foi instituído em 2014, como forma de assinalar o aniversário da Cápsula do Tempo Guarda 2050 e realiza-se pelo sétimo ano consecutivo, sendo este ano escolhia a Casa da Sagrada Família, que vai receber «o montante destinado à aquisição de uma caldeira a “pellets”, de grande dimensão, necessária ao conforto térmico dos utentes, devido às características do edifício antigo».
A Casa da Sagrada Família é uma instituição que acolhe actualmente 16 crianças e jovens, entre os 12 e os 19 anos, uma delas em apartamento e regime de autonomia, provenientes de algumas situações problemáticas, e privadas do meio familiar normal.
Para a directora da Casa da Sagrada Família, Irmã Fátima Vieira, citada no comunicado do CEL, «apoiar e trabalhar com crianças e jovens exige uma constante melhoria das condições que oferecemos. Nesta altura de especial desafio a nível mundial surge uma boa notícia».
O Clube Escape Livre informa que este ano, o prémio solidário recebeu 12 candidaturas das Instituições Particulares de Solidariedade Social da Guarda, que apresentaram projectos diversos, desde a aquisição de materiais essenciais ao seu funcionamento à construção ou remodelação de estruturas de apoio aos utentes. Entre estas candidaturas, a maioria foram relativas ao apoio a idosos, nomeadamente através dos centros de dia e apoio domiciliário, mas também a crianças, e ainda uma candidatura referente ao apoio a refugiados.
Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, salienta que «este ano, o “Prémio Solidário Transportes Bernardo Marques” tem ainda mais valor. Sabemos que perante a actual situação de pandemia, estas instituições sentem redobradas dificuldades a todos os níveis e, mais do que nunca, acreditamos que faremos sorrir os seus utentes».
Para Bernardo Marques, gerente da empresa TBM, também citado no comunicado do CEL, «é com orgulho que a Transportes Bernardo Marques continua associado a esta iniciativa da Cápsula do Tempo». «Temos a noção da nossa responsabilidade social ao empregar 350 trabalhadores, mas quisemos ir um pouco mais longe nesta acção simbólica, mas importante, de apoiar também uma IPSS do concelho da Guarda. Como tal, este é um projecto ao qual queremos dar continuidade no futuro», acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close