Casa Memória Solar São João da Praça enaltece história militar de Almeida

A Casa Memória Solar São João da Praça, que vai funcionar a partir de sábado, em Almeida, é um espaço que enaltece a história militar daquela vila e um complemento ao património existente, segundo os seus promotores. O historiador Augusto Moutinho Borges, colaborador do Jornal Terras da Beira, assume a direcção e a curadoria do espaço museológico.

Como é referido numa nota dirigida à imprensa, a Casa Memória Solar S. João da Praça é «um projecto patrimonial privado vocacionado para a valorização turística, cultura e lazer, com visitas comentadas à sua histórica arquitectónica, artes decorativas portugueses e de sua influência, de almeidenses ilustres e autenticidade espacial».

«Esta casa histórica constitui-se como um elemento inovador a visitar em Almeida, em complemento ao grandioso património das muralhas, à arquitectura civil, ao Museu Histórico Militar e às recriações históricas», como adianta a nota à imprensa..

O Solar S. João da Praça encontra-se edificado no centro histórico da vila e fortaleza de Almeida, tendo sido mandado construir em 1726 pelo Coronel de Infantaria José Delgado Freire, casado com D. Maria de Azevedo, das famílias mais importantes de Riba Côa.

«Nasceram no Solar diversos membros desta família, com destaque para o General Fernando Delgado Freire de Castilho, militar e político que foi governador de Paraíba, no Brasil, entre 1796 a 1810, e de Goiás, de 1810 a 1820. Também merece ser referenciado o nascimento do 3.º marquês de Ponte de Lima e 16.º visconde de Vila Nova de Cerveira, quando seu pai exercia funções militares em Almeida e se encontrava aboletado nesta Casa.

Depois da morte do General Fernando de Castilho, em 1820, o Solar foi herdado por seu primo, capitão-mor de Almendra e Castelo Melhor, Pedro António de Castilho Falcão de Mendonça, morgado e senhor do Paço de Almendra, que mais tarde veio residir para Almeida, onde na juventude foi cadete do Regimento de Cavalaria. Manteve-se na família até 1905, ano em que foi vendido», refere a nota à imprensa.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close