CCDR Vila Cortez – 0 GD Trancoso – 5 Dois golos em dois minutos

A jogar no Campo do Zâmbito, na Guarda, o Centro Cultural Desportivo e Recreativo de Vila Cortez do Mondego começou o Campeonato Distrital da 1ª Divisão a sofrer uma goleada, ao perder, com o Grupo Desportivo de Trancoso, por 5-0. Apesar da derrota os primeiros minutos foram equilibrados, quer na posse de bola, quer nas oportunidades.
Contudo, com dois golos em dois minutos, o Grupo Desportivo de Trancoso praticamente que sentenciou o jogo. Com apenas dois reforços no onze titular, os trancosenses inauguraram o marcador aos 18 minutos com um golo de Bruno Fonseca e ampliaram a vantagem no minuto seguinte por intermédio de João Pedro. Os locais ainda esboçaram uma reacção e aos 28 minutos, Luís ainda rematou ao poste da baliza de Fábio.
Na segunda metade da partida esperava-se que a equipa do Vale do Mondego entrasse mais forte, na tentativa de relançar o jogo, mas o Desportivo, aos 6 minutos, voltou a marcar por Liberata, que concluiu um cruzamento de Ruben Pires do lado esquerdo.
A partir daqui a formação orientada por José Carvalho passou a gerir a vantagem, apostou na posse de bola e ainda marcou mais dois golos, por Liberata e David, que ainda viria a ser expulso. O Vila Cortez criou várias oportunidades para reduzir mas mostrou-se perdulário na finalização e o guarda-redes, Fábio, também teve de se aplicar para evitar o golo da antiga equipa.
Apesar da derrota por 5-0, o treinador, Rui Nascimento, considerou que «o resultado acaba por ser pesado», até porque a equipa do concelho da Guarda teve várias ocasiões para marcar e acabou por deitar tudo a perder com dois erros defensivos. «Tivemos erros defensivos e não conseguimos marcar. Sofremos o primeiro golo e depois numa saída de bola nossa, o nosso defesa perde a bola e eles aproveitaram. O Fábio [guarda-redes do GD Trancoso] foi o melhor em campo», disse.
Do lado do Trancoso, o treinador, José Carvalho, reconheceu que os dois golos em 2 minutos deram mais tranquilidade à equipa. «O adversário acabou por perder no jogo das emoções e ainda conseguimos marcar mais 3 golos contra uma equipa que vai ser mais competitiva no futuro», referiu. Quanto ao próximo jogo, frente ao Sporting de Meda, o técnico espera um adversário forte e realçou que o objectivo para esta temporada passa por preparar o futuro, até porque há equipas que têm outros recursos que o Trancoso ainda não tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close