Cerca de 700 mil alunos vão ter pelo menos 500 euros para investir nas suas escolas

Cerca de 700 mil alunos do 3.º ciclo e ensino secundário têm até 24 de Março, Dia do Estudante, para decidir como aplicar as verbas do orçamento participativo das escolas, com um tecto mínimo de 500 euros por estabelecimento.
A iniciativa foi anunciada pelo Ministério da Educação no Dia do Estudante do ano passado e o despacho que a regulamenta foi publicado na passada Sexta-feira em Diário da República, estipulando uma «verba adicional às escolas para ser discutida e decidida pelos próprios estudantes». «Um euro por aluno (com um tecto mínimo de 500 euros por escola), para que sejam os estudantes do 3º ciclo e do Ensino Secundário das escolas públicas a decidir o que fazer com esse valor. Deste modo, os alunos são desafiados a aprender a gerir, a pensar em necessidades, a partilhar ideias, naquela que é uma iniciativa de incentivo à participação cívica e democrática», refere a tutela num comunicado.
Até ao dia 24 de Março «os alunos devem pensar, criar, debater, onde e como querem aplicar este dinheiro, uma mais-valia para a sua própria escola». De acordo com os dados adiantados pelo Ministério da Educação, a iniciativa abrange mais de 1.100 escolas e cerca de 700 mil alunos do 3.º ciclo e ensino secundário.
O despacho determina que a iniciativa deve ser alvo de uma sessão pública de divulgação durante o mês de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close