CiberSegurança: Atenção aos downloaders maliciosos

Portugal tem estado na mira de grupos de piratas informáticos organizados. Os ataques registados têm resultado em perdas de informação para empresas, instituições de ensino superior e outras e têm também deixado indisponíveis serviços digitais.

De acordo com dados mais recentes da empresa de segurança ESET, há um crescimento dos downloaders maliciosos superior a 120% de quadrimestre para quadrimestre, contrastando com a tendência global nesta categoria, que foi de desaceleração.

Os downloaders maliciosos têm como objetivo descarregar outros programas ou componentes de malware e executá-los sem que a vítima esteja necessariamente ciente disso.

Emotet: O downloader malicioso que tem feito estragos em Portugal

Em Portugal, o downloader malicioso dominante no segundo quadrimestre foi o Emotet correspondendo a cerca de 70% de todas as deteções nesta categoria. E embora as deteções da família  Emotet tenham decrescido em 31% a nível global, no território nacional as deteções cresceram 473%.

O Emotet surgiu inicialmente como um Trojan bancário, desenvolvido para roubar as credenciais de utilizadores, mas as versões mais recentes trouxeram a capacidade deste trojan infetar sistemas com malware.

O Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) lançou também recentemente um alerta nas redes sociais por causa do trojan Emotet. O CNCS voltou a registar um aumento no envio de e-mails contendo código código malicioso (malware) deste trojan. 

O trojan Emotet esteve no topo do índice de ameaças, com um impacto global de 7% das organizações, resultante da disseminação de uma campanha de spam que, durante o período de férias de 2020, vitimou mais de 100 000 utilizadores por dia. Em Portugal, o trojan foi responsável por impactar 25% das organizações portuguesas.

Face a tal ameaça, recomenda-se a maior atenção aos anexos recebidos e aos links maliciosos presentes no e-mail. Note-se que existe prevalência na utilização de pastas comprimidas (ficheiros zip) protegidas com palavra-passe (regra geral, presente no corpo do e-mail), contendo os ficheiros maliciosos.

Desconfie sempre de mensagens com sentido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close