Cientista Fernando Carvalho Rodrigues renuncia ao cargo de presidente do Conselho Geral do IPG

O cientista Fernando Carvalho Rodrigues renunciou esta semana ao cargo de presidente e de membro do Conselho Geral (CG) do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), na sequência de um diferendo com o presidente da instituição, Joaquim Brigas, que decidiu pedir um parecer jurídico sobre o calendário eleitoral que tinha aprovado, por unanimidade pelo CG. O agora ex-presidente do CG refere na carta enviada ao presidente da instituição, a que o TB teve acesso, que «se era tão necessário» o «parecer extra ao resultado do trabalho do Conselho» deveria o jurista estar presente na reunião em que foi discutido «durante horas» o calendário eleitoral, que acabou por ser aprovado por unanimidade.

Numa reacção à decisão, o presidente do IPG, Joaquim Brigas, escreveu uma carta dirigida a Fernando Carvalho Rodrigues e aos membros do Conselho Geral, dizendo que «foi com grande surpresa, e com muita pena» que recebeu a comunicação do cientista. «Infelizmente, o senhor professor não conseguiu aceitar que eu, enquanto Presidente do IPG, tenho mesmo nos meus deveres estatutários e funcionais (alínea o) do n.º 1 do artigo 40.º) a obrigação de pedir informações jurídicas que defendam e preservem as decisões tomadas», refere Joaquim Brigas. NOTÍCIA DESENVOLVIDA NA EDIÇÃO DESTA SEMANA DO Jornal Terras da Beira.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close