Comandante de Operações de Socorro da Guarda pede reforço de medidas a vendedores ambulantes

O comandante operacional do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, António Fonseca, apelou hoje aos vendedores itinerantes de produtores alimentares e aos clientes que «reforcem as medidas de prevenção» devido à pandemia da covid-19. «A venda de produtos alimentares de forma itinerante (venda ambulante) é uma actividade de extrema importância social numa boa parte das localidades do interior, sem estabelecimentos comerciais de venda a retalho, com populações envelhecidas e sem capacidade de deslocação», refere António Fonseca em comunicado hoje enviado à agência Lusa. Segundo o comandante do CDOS da Guarda, «importa que, tanto operadores como clientes, reforcem as medidas de prevenção contra a disseminação do coronavírus, aplicando as medidas de higiene e segurança alimentar, a desinfeção adequada dos veículos e equipamentos e a manutenção das devidas distâncias de segurança».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close