Comando da PSP da Guarda fez 128 detenções em 2020 por vários ilícitos criminais

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, que hoje assinala o 137.º aniversário, deteve em 2020 um total de 128 cidadãos por vários ilícitos criminais e detectou 2.546 infracções rodoviárias. Em dia de aniversário, a PSP refere em comunicado que no âmbito da actividade operacional levada a cabo no ano passado deteve 128 cidadãos na sequência de vários ilícitos criminais, dos quais se destacam 84 por condução de veículo com taxa de álcool igual ou superior a 1,2 gramas por litro de sangue (g\l) e 14 por tráfico de estupefacientes.

No âmbito da investigação criminal, a mesma força de segurança concluiu 505 inquéritos criminais, constituiu 217 arguidos pela prática de crimes, cumpriu 396 notificações e concluiu 35 mandados de detenção. «Na área da segurança rodoviária foram detectadas 2.546 infracções e realizadas 650 operações de fiscalização. Foram fiscalizados 14.829 condutores, dos quais 5.432 foram submetidos a testes de alcoolemia», refere a PSP na nota enviada à agência Lusa.

Ainda de acordo com a fonte, em 2020, o Comando Distrital da PSP da Guarda – que abrange as cidades da Guarda e de Gouveia -, realizou 1.564 acções de prevenção e sensibilização junto de alunos, idosos e comerciantes e 274 acções de sensibilização de prevenção criminal.

«No exercício das competências exclusivas da PSP em matéria de armas e explosivos, o Núcleo de Armas e Explosivos da Guarda realizou 48 acções de fiscalização e seis acções de formação, destacando-se, ainda, 143 armas e 5.318 munições peritadas, 658 armas recebidas a favor do estado e 1.740 processos de licenciamento», refere.

O Comando Distrital da PSP da Guarda comemora hoje o seu 137.º aniversário com uma cerimónia solene interna, onde estará presente o Diretor Nacional, Manuel Magina da Silva, e onde serão distinguidos polícias do efectivo pelo seu desempenho profissional.

A PSP lembra que «em 22 de Outubro de 1884, 15 cidadãos que tinham servido em Unidades do Exército, comandados pelo Comissário Pignatelly, constituíram o Primeiro Corpo de Polícia Civil da cidade da Guarda». «Actualmente, a área de responsabilidade territorial do Comando Distrital da Guarda engloba a cidade da Guarda, que é a mais alta do país com 1.056 metros de altitude máxima, sendo também a capital de distrito com 40.155 habitantes, e a cidade de Gouveia com 12.221 habitantes, segundo os dados preliminares dos Censos 2021», indica a PSP.

A fonte sublinha, ainda, que «a Divisa do Brasão de Armas deste Comando – “Pro Bono Publico”, ou seja, para o bem ou utilidade pública, representa na sua generalidade a missão da Polícia de Segurança Pública e a finalidade a que a mesma se destina, identificando na sua simbologia, a cabeça de cão representativa da região, através da raça “Serra da Estrela”, uma das mais afamadas raças portuguesas». O superintendente Carlos Resende da Silva é o actual comandante do Comando Distrital da Guarda da PSP.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close