Conselho de Ministros aprova estratégia para artes e ofícios tradicionais

O Conselho de Ministros aprovou hoje a criação do programa estratégico “Saber Fazer”, que tinha sido apresentado há um ano pelo Ministério da Cultura, destinado a salvaguardar as artes e ofícios tradicionais portugueses.

Entre as medidas incluídas neste programa nacional estão a instalação de um centro tecnológico, a criação de um programa de aprendizagem e o apoio ao desenvolvimento de negócios locais ligados às artes tradicionais.

Esta estratégia nacional foi anunciada em Julho de 2019 pela ministra da Cultura, Graça Fonseca, defendendo a produção artesanal tradicional como ««um sector dinâmico, inovador e sustentável». Na altura, o programa “Saber Fazer Português” foi apresentado como uma parceria da Cultura com as áreas governativas da Economia, Turismo, e do Trabalho e pensado para uma linha temporal até 2024.

A resolução de hoje do Conselho de Ministros reforça os três eixos em que este programa nacional deve assentar – transversalidade, territorialidade e tecnologia –, para assegurar que aqueles conhecimentos artesanais chegam a mais gerações e ganham mais valor económico e turístico.

Em Julho de 2019, Graça Fonseca anunciou que a sede do programa nacional “Saber Fazer” estaria implantada no Museu de Arte Popular, em Lisboa, também para «projectar o museu para o futuro».

Este programa estratégico é também mencionado no plano de recuperação económica 2020-2030 elaborado pelo consultor António Costa Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close