Costa anuncia medidas para travar a evolução da pandemia de covid-19

O Conselho de Ministros reuniu-se esta quinta-feira para decidir novas medidas para travar a evolução da pandemia de covid-19, depois de ouvidos os especialistas na passada sexta-feira e depois de o primeiro-ministro, António Costa, ter recebido os partidos nos últimos dois dias.

Há momentos, em conferência de imprensa, António Costa anunciou que será declarada a situação de calamidade a 1 de Dezembro e enumerou outras medidas:

Máscaras obrigatórias em espaços fechados e todos os recintos não excepcionadas pela DGS;

Certificado digital obrigatório no acesso a restaurantes, hotéis e alojamentos locais, eventos com lugares marcados, ginásios;

Teste negativo obrigatório em visitas a lares, visitas a doentes em estabelecimentos de saúde, grandes eventos sem lugares marcados, recintos improvisados e recintos desportivos, discotecas e bares;

Fronteiras: teste negativo obrigatório para todos os voos que cheguem a Portugal, com sanções “fortemente agravadas para as companhias de aviação”, passando pela possibilidade de suspensão das licenças de voos.

A semana de 2 a 9 de Janeiro será de contenção de contactos, após o período de Natal e Ano Novo em que é previsível um aumento das infecções do novo coronavírus. As discotecas serão encerradas e o teletrabalho será obrigatório. As aulas só recomeçam a 10 de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close