Criatura leva “Aurora” ao TMG

grupo Criatura é o próximo convidado do Relavrar, ciclo promovido pelo Teatro Municipal da Guarda (TMG) que tem por objectivo dar a conhecer novos valores da música contemporânea de raiz tradicional (portuguesa e estrangeira).
O espectáculo, um dos destaques da programação para o primeiro trimestre do ano, agendado para as 21h30 de Sábado no Grande Auditório, é «ideal para unir gerações, partilhar com toda a família, mas que antes convida cada um a revisitar-se profundamente», escreve o TMG na agenda cultural.
Após um 2016 marcado pelo lançamento do seu primeiro disco, a Criatura fez chegar a “Aurora” de Norte a Sul do país e acabou a abrir o palco do castelo de Sines numa enchente «tão épica quanto a própria música». «Já focada na continuidade do trabalho da renovação da música de raiz portuguesa, apresenta-se agora sem a habitual presença do Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa, mas sem deixar os cantos, os prantos, os adufes a conviverem com os sintetizadores e as gaitas com a electricidade», refere o documento, acrescentando ser «energia em movimento, extraída de corpos e de vozes distintas que buscam o uníssono na busca da identidade conjunta do que poderá ainda, sentir-se Português».
Fruto de uma odisseia entusiasta de quase dois anos de trabalho, a Criatura começou por ser o projecto pessoal de um único músico. Mas ao ganhar vida transformou-se naquela que «muito provavelmente será uma das mais surpreendentes bandas de reinvenção da música tradicional portuguesa em Portugal dos últimos 20 anos», escreve a banda no Facebook.
«Mas a Criatura não é apenas uma banda», ressalva, justificando que «a congregação de ideias e ideologias, saberes antigos e sabores do futuro, gerações diferentes e sensibilidades diversas, deixa-nos a sensação de que também um novo movimento está a nascer». «É, principalmente, um trabalho feito de amor à Terra, de celebração das energias, de descobertas e redescobertas, em que se canta por um despertar; essa “Aurora”, da Criatura», conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close