David Rodrigues chega em 10º lugar à Guarda

O corredor da Guarda David Rodrigues, da Rádio Popular/Boavista, ficou em 10º lugar na etapa que terminou esta Segunda-feira na cidade mais alta.
O guardense andou quase sempre no grupo da frente e a classificação alcançada permitiu-lhe, a uma etapa do final, subir para 23º classificado, numa “tirada” em que Amaro Antunes e Raul Alarcon, ambos da W52 – FC Porto, chegaram lado-a- lado.
Rodeado de familiares e amigos, o corredor sentia-se feliz no momento da chegada. «Tentei ajudar o líder de equipa e o 10º lugar é sempre bom. A vitória vai sempre no nosso pensamento mas a W52-FC Porto estava mais forte», disse, não esquecendo
o apoio de familiares e amigos ao longo da etapa. Quanto ao balanço desta 4ª presença na Volta a Portugal, David Rodrigues referiu que «o início não foi muito bom mas este 10º lugar na etapa que terminou na Guarda é sempre um bom resultado».

Contra-relógio vai ser decisivo
O contra-relógio de Viseu, que se realizou já depois do fecho desta edição, foi decisivo nas contas finais da classificação geral, mas no final da etapa da Guarda, a vitória do espanhol Raul Alarcon era já um dado adquirido, apesar da pouca vantagem para o colega de equipa, Amaro Antunes. Os dois corredores da W52-FC Porto cortaram a meta na Guarda, lado-a-lado, e Amaro Antunes chegou a afirmar que «a vitória da Volta estava bem entregue». Na conferência de imprensa, Alarcon foi confrontado com as declarações do algarvio mas frisou que o contra-relógio ia ser decisivo.

Guarda proporcionou bons espectáculos
«A Guarda proporcionou bons espectáculos». A afirmação é do director da Volta, Joaquim Gomes, a propósito da Guarda ter sido nos últimos dois anos o final da etapa rainha da Volta.
«Organizei várias etapas com final na Torre, muitas vezes tive de alterar devido aos incêndios ou mau tempo. A Volta há-de voltar ao Alto da Torre mas nos últimos dois anos a cidade da Guarda, com toda a sua história, proporcionou dois bons espectáculos de excelência. A Torre exerceu, na íntegra, a função de desgaste e depois mais três prémios de montanha de terceira categoria que conferiram o título de etapa rainha, mesmo sem termina na Torre», disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close