Desportivo de Gouveia aguarda resposta da Federação Portuguesa de Futebol

O Desportivo de Gouveia e os restantes clubes que participaram nos “Play-off” de manutenção do Campeonato de Portugal Prio aguardam uma resposta em relação à proposta de alargamento daquela competição já na próxima temporada. A maioria dos clubes que participaram na prova formou um Movimento, por iniciativa de um dirigente do Desportivo de Gouveia, que, entre outros pontos, pede o alargamento de clubes na próxima época. Inicialmente o Campeonato vai ter 5 séries de 16 clubes, mas este Movimento propõe mais dois clubes em cada série, uma vez que o final do Campeonato está marcado para o dia 20 de Abril. «Alguns clubes têm jogadores cedidos por equipas da 2ª Liga e o Campeonato ao terminar a 20 de Abril, os jogadores continuam a receber e não estão em competição. E depois a próxima época só arranca em Agosto o que totaliza quase quatro meses de paragem», explica o presidente do Desportivo de Gouveia, Alberto Cardoso.
Ainda esta semana, a Federação Portuguesa de Futebol deverá pronunciar-se em relação a este Movimento que também deu conta desta preocupação ao Sindicato dos Jogadores, Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol e Associações Distritais.
O Movimento nasceu em Gouveia e rapidamente chegou aos restantes clubes. Alberto Cardoso sublinha que «o Movimento ainda foi formado antes do final do Campeonato e contou com um parecer favorável de todas as equipas». O dirigente acredita que a Federação Portuguesa de Futebol se mostre sensível em relação à pretensão dos clubes. Se a resposta for positiva, os clubes que disputaram os“plays-offs” de manutenção garantem a permanência.
O novo modelo competitivo do Campeonato de Portugal regista várias alterações, entre as quais a extinção das fases de subida e descida. O número de séries também será reduzido, mas vão ter mais equipas.Na época 2018/2019 a prova vai contar apenas com 72 equipas, em vez das actuais 80.A prova passa a ter apenas uma fase, a regular, com cinco séries, cada uma com 16 equipas. A subida à 2ª Liga vais jogar-se em sistema de play-off entre os cinco primeiros classificados de cada série. Os quartos-de-final e as meias-finais jogam-se a duas mãos.
As duas equipas finalistas, que têm acesso directo à 2ª Liga, vão defrontar-se em campo neutro para apurar o vencedor do Campeonato de Portugal Prio. Quanto às descidas, os últimos seis classificados são despromovidos aos distritais, não havendo fase de descida mas apenas regular.
A próxima temporada será de transição já que o modelo definitivo só será aplicado em 2018/2019. O número de equipas vai passar aí de 80 para 72 e o CPP contará apenas com quatro séries, de 18 equipas cada.
Na época 2018/2019 o play-off de subida é jogado apenas pelos dois primeiros classificados de cada série e aos distritais descem os últimos cinco de cada série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close