Distrito com 14 zonas balneares identificadas

O distrito este Verão tem 14 zonas balneares oficialmente identificadas. A portaria conjunta dos Ministérios da Defesa e do Ambiente foi publicada a semana passada. O documento fixa as respectivas épocas balneares, que no distrito varia entre o 15 de Junho e meados de Setembro. O concelho de Seia é o que tem mais zonas identificadas.

No distrito da Guarda existem 14 zonas balneares oficialmente identificadas pelos Ministérios da Defesa Nacional e do Ambiente. A lista foi publicada a semana passada em Diário da República, numa portaria que também fixa as respectivas épocas balneares. A primeira a iniciar a época balnear este Verão é o Vale do Rossim, no concelho de Gouveia. É a única que começa a 15 de Junho e termina a 15 de Setembro. As restantes iniciam a época de banhos a 1 de Julho e terminam a 31 de Agosto.
As épocas balneares têm duração distinta a nível nacional, em função do período em que se prevê uma grande afluência de banhistas, tendo em conta as condições climatéricas, as características geofísicas e os interesses sociais ou ambientais próprios da localização de cada água balnear.
O concelho de Seia é a que tem mais zonas balneares classificadas. São seis: Lapa dos Dinheiros, Loriga, Poço do Lagar, Sabugueiro, Sandomil e Vila Cova à Coelheira. O concelho do Sabugal tem quatro: Insua, em Vale das Éguas; Lameira, em Quadrazais e Albufeira de Alfaiates, em Alfaiates e Devesa, no Sabugal. No concelho da Guarda há três: Aldeia Viçosa, Valhelhas e Vale do Mondego. Há ainda a Relva da Reboleira, no concelho de Manteigas.
Praias de qualidade
De recordar que três destas três zonas balneares têm este Verão a qualidade atestada pela Associação Europa Bandeira Azul. A Bandeira Azul vai por isso estar hasteada em Loriga, Valhelhas e Lapa dos Dinheiros. A praia de Lapa dos Dinheiros é uma das 14 estreias a nível nacional. Já Valhelhas é a zona balnear do distrito que mais vezes tem hasteado a Bandeira Azul. Estreou-se em 2009 e nunca mais a largou. Neste Verão a Bandeira Azul vai ser hasteada este ano em 320 praias, mais seis atribuições do que em 2016.
A Quercus também já divulgou a lista de zonas que considera com água qualidade de ouro e volta a distinguir as praias de Vale do Rossim (Gouveia), Valhelhas (Guarda) e de Loriga (Seia).
Para receber a classificação de praia com qualidade de ouro, a água balnear tem de ter qualidade da água Excelente nas cinco últimas épocas balneares de 2012 a 2016 e todas as análises realizadas, sem excepção, na última época balnear (2016) deverão ter apresentado resultados melhores que os valores definidos na Directiva relativa às águas balneares
O objetivo da Quercus é «realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco), apresentam sistematicamente uma água balnear de qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor), e que, nesse sentido, oferecem assim uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da água».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close