Distrito da Guarda já contabiliza mais de 300 ocorrências em fogos florestais

comandante operacional distrital, António Fonseca, alertou na semana passada para o facto do distrito da Guarda já contabilizar 300 ocorrências em fogos florestais desde o início do ano. O representante da Autoridade Nacional de Protecção Civil realçou que se trata de uma quantidade elevada de ocorrências até tendo em conta o número registado durante todo o ano de 2016, fixado em 800.
Para António Fonseca, o problema continua a ser o comportamento das pessoas, destacando que as práticas agrícolas envolvendo o uso do fogos ainda estão muito enraizadas. «Os incêndios não são um problema operacional. O problema está do lado da prevenção e das pessoas», sustentou durante a sessão de apresentação do Plano de Prevenção e Segurança para o ano de 2017 do município da Guarda, incluindo o dispositivo municipal de combate a incêndios florestais.
A partir do dia 1 de Junho e até dia 30 de Setembro, estará mobilizado na helipista da Guarda um helicóptero de ataque inicial, com uma tripulação de cinco elementos da Força Especial de Bombeiros.
No período mais crÍtico, a chamada fase Charlie que vai de 1 de Julho a 30 de Setembro, estarão constituídas no concelho da Guarda sete equipas de combate a incêndios (ECIN) compostas por elementos dos três corpos de bombeiros. Três da Guarda, duas em Famalicão da Serra e uma em Gonçalo.
O dispositivo conta ainda com as duas Equipas de Intervenção Permamente (EIP), uma constituída pelos bombeiros da Guarda e outra pelos voluntários de Gonçalo, para além das equipas de sapadores florestais.

Câmara da Guarda analisa possibilidade de uma terceira EIP
no concelho
O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, anunciou durante a sessão que está a ser analisada a possibilidade de ser criada uma terceira EIP, equipa composta por cinco elementos e constituída e operacional durante todo o ano. O autarca sustentou que a análise está a ser feita baseada na «possibilidade e na necessidade» de existir uma terceira equipa deste género no concelho. Amaro realçou o valor da existência destas equipas, que garantem a presença de operacionais nos quarteís durante todo o ano, e que «nunca estará em causa a sua importância estratégica».
As duas EIP actualmente constituídas nos quartéis da Guarda e de Gonçalo custam ao município 73 mil euros, como referiu o autarca. Recorde-se que o seu funcionamento é assegurado pelo município e pela Autoridade Nacional de Protecção Civil. As duas entidades repartem o pagamento dos salários aos cinco elementos de cada equipa. Amaro acrescentou que o protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Egitanienses já foi renovado e que está para breve a renovação com a Associação de Gonçalo.
O autarca anunciou ainda que deu orientações para que se apresentasse uma candidatura para a criação de mais uma equipa de sapadores florestais.
Actualmente existem três no concelho da Guarda. Amaro disse que, caso seja aprovada a candidatura, a intenção é transferir a gestão desta equipa para outra entidade. «Eu não quero gerir, não quero ter esse poder. Se puder transferir para outra entidade falo-ei», disse o autarca. Amaro disse ainda que neste processo será preciso analisar o território e ver «onde é que existem zonas brancas».
O Plano de Prevenção e Segurança para o ano de 2017 do município da Guarda prevê um investimento de 650 mil euros. Esta verba inclui os apoios às Associações de Bombeiros, às Associações de Sapadores Florestais e à execução da rede secundária de defesa da floresta contra incêndios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close