Dívida dos clubes à Associação de Futebol ronda os 200 mil euros

A dívida dos clubes do distrito à Associação de Futebol da Guarda ronda os 200 mil euros. O valor foi avançado pelo presi-dente da AFG, Amadeu Poço, no final da Gala Distrital de Futebol, que se realizou no passado Sábado em Vila Nova de Tazem, no concelho de Gouveia. O dirigente não revelou o nome dos devedores mas frisou, mais uma vez, que os clubes têm de cumprir as suas obrigações, uma vez que pode estar em risco a saúde financeira do organismo que gere o futebol distrital.

Faustino Caldeira
fcaldeira@gmpress.pt

presidente da Associação de Futebol da Guarda, Amadeu Poço, disse aos jornalistas, no final da Gala Distrital da AFG, que se realizou em Vila Nova de Tazém, que a dívida dos clubes na Associação já ultrapassa os 200 mil euros. Durante a cerimónia de entrega de prémios, o dirigente reforçou a ideia, tal como já aconteceu noutras ocasiões, que os clubes têm de cumprir com as suas obrigações, mas não revelou os nomes dos devedores. «A dívida é de 200 e tal mil euros», referiu, acrescentando que «toda a gente sabe que os clubes têm dívidas, uns mais que outros mas os clubes deveriam cumprir as suas obrigações porque a Associação também cumpre. Mas a continuar assim vai ser complicado».
O responsável pelo futebol no distrito garantiu que «a Associação tem uma boa saúde financeira porque tem uma gestão cuidadosa». «Se fosse igual a outras congéneres não seria igual. Eu desloco-me de Pinhel à Guarda sem cobrar um único cêntimo e os outros directores é igual», adiantou.
Amadeu Poço reforçou que há clubes que já não têm actividade e que também são devedores e que, nesses casos, os processos estão entregues a advogados, uma vez que «os antigos dirigentes terão de responder por essas dívidas». Apesar do valor rondar os 200 mil euros, Amadeu Poço lembrou que há 14 anos, quando assumiu a presidência da Associação, «essa verba era muito maior. Por exemplo, a Associação Desportiva da Guarda tinha uma dívida, na altura ainda em escudos, no valor de 6 mil e 500 contos».

AFG vai ter novo auditório e arquivo
A Associação de Futebol da Guarda vai ter um novo auditório e um arquivo, que vão ficar localizados na Rua da Boa Esperança, no bairro das Lameirinhas, na Guarda.
O anúncio foi feito pelo presidente durante a Gala Distrital, que decorreu no passado Sábado, em Vila Nova de Tazém, no concelho de Gouveia. Amadeu Poço explicou que o projecto já foi enviado para a Federação Portuguesa de Futebol e que a obra era necessária porque o arquivo da AFG está numa garagem.
O projecto está orçado em 48 mil e 500 euros e vai ser custeado, na totalidade, pela Federação Portuguesa de Futebol.

Balanço da época é positivo
Numa altura em que as competições já chegaram ao fim, o presidente da Associação de Futebol da Guarda faz um balanço da época que agora terminou. «Os campeonatos chegaram ao fim e não há processos pendentes, não houve problemas de maior, o que prova que todos os clubes aceitaram os resultados desportivos».
Amadeu Poço realçou ainda a realização de dois torneios internacionais de futebol, no escalão de Sub-16, no âmbito do Torneio de Desenvolvimento UEFA, que decorreram no distrito da Guarda durante a última semana. «Foram torneios importantes que juntaram quatro selecções de 4 países, no escalão de Sub-16, o que demonstra a aposta que esta Associação faz no futebol de formação.», frisou

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close