Elevador panorâmico deverá ser inaugurado no Dia da Cidade da Guarda

As obras de requalificação da Torre dos Ferreiros, na Guarda, deverão estar concluídas até ao final deste mês. Ao obras já sofreram atrasos, mas a Câmara da Guarda mantém intenção de inaugurar as obras no dia da cidade, a 27 de Novembro. A origem do último impasse foi o elevador panorâmico que vai ser instalado no monumento para permitir as visitas ao topo da Torre.

Em finais de Agosto o presidente da Câmara, Carlos Chaves Monteiro, explicou aos jornalistas no final da reunião do executivo municipal, que elevador panorâmico tem componentes tecnológicas provenientes de Itália e a actual situação de pandemia atrasou o seu fabrico e transporte. «Espero que, no Dia da Cidade, possamos inaugurar o elevador da Torre dos Ferreiros e as obras de requalificação e devolver o monumento histórico à cidade», apontou Carlos Chaves Monteiro.

A intervenção vai «contemplar a paisagem» e possibilitar que os visitantes desfrutem de «espaços únicos» da cidade mais alta do país. A obra já esteve parada noutra ocasião pelo facto da Direcção Regional de Cultura e do Património se ter oposto à instalação de um conjunto de equipamentos acessórios no elevador panorâmico que no parecer daquela entidade não deviam ter visibilidade ao ponto de descaracterizar o edifício. Foi necessário proceder a algumas alterações e encontrar uma solução técnica mais adequada.

Depois de terem estado paradas alguns meses, as obras foram retomadas em Fevereiro e o presidente da Câmara explicou que a reformulação do projecto permitiu aumentar as dimensões da zona de apoio ao funcionamento do elevador que «era exígua». Nessa altura, gerou controvérsia o novo piso colocado sob a Torre, por ter sido arrancado o pavimento de cantaria aparente granítica e substituído por lajes idênticas às que cobrem o piso da Praça Velha.

Recorde-se que a assinatura da consignação da obra de requalificação da Torre dos Ferreiros decorreu no dia 27 de Novembro de 2018, no âmbito das comemorações do Dia da Cidade. A obra foi adjudicada o ano passado à “Opualte – Construções, SA”, pelo valor de 570 mil euros. De acordo com o projecto, aprovado pela Direcção-Geral do Património e pela Direcção Regional de Cultura do Centro, haverá duas rampas de acesso ao elevador panorâmico que será colocado junto à Torre.

O autor do projecto, o arquitecto João Madaleno, revelou em 2018 que a requalificação da Torre dos Ferreiros conheceu muitas vicissitudes e foi necessário dar passos «longos e árduos». Explicou que a intervenção contempla a construção de um elevador exterior (no interior de uma estrutura metálica com vidro), rampas de acesso ao elevador, a requalificação do acesso interior por escada (para ser utilizada «de forma segura e controlada») e a retirada de sirenes e de estações meteorológicas do topo da torre.

No cimo do monumento serão colocados elementos metálicos que, segundo o arquitecto, poderão ser informativos sobre a paisagem e os locais visionados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close