Emigrante de Trancoso infectada pelo novo coronavírus

Uma mulher emigrante regressada recentemente ao concelho de Trancoso foi diagnosticada com a Covid-19. A existência de um caso de infecção por coronavírus foi confirmado pelo próprio presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Amílcar Salvador, no despacho de activação do Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil publicado esta terça-feira.
Recorde-se que desde Terça-feira que é obrigatório o isolamento profiláctico por um período de 14 dias (a contar do dia da chegada) para os cidadãos que regressem do estrangeiro ou de outras regiões do país e que se instalem na região da Guarda. Em comunicado, a delegada de saúde coordenadora da Unidade de Saúde Pública da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, Ana Isabel Correia Viseu, tornou pública a determinação, «perante a actual situação epidemiológica da infecção por covid-19». Segundo Ana Isabel Correia Viseu, tendo em conta a situação, «urge que sejam tomadas medidas para contenção máxima de possível risco de contágio, implementando mecanismos de resposta rápida».

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close