Empresário português morto em Angola é natural do Marmeleiro

O empresário português que faleceu na passada Quinta-feira em Angola, vítima de um disparo «acidental» efectuado por um elemento de segurança da sua empresa, é Manuel Videira Crespo, de 55 anos de idade, natural da freguesia do Marmeleiro, do concelho da Guarda. O pai da vítima era o dono do famoso “Cantinho do Céu”, situado perto da Torre dos Ferreiros, na Guarda.

Segundo o porta-voz do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, Nestor Goubel, o acidente ocorreu, Quinta-feira, no bairro Kifica, distrito urbano do Benfica.

O segurança já foi detido e está a ser ouvido pelo Ministério Público. «É um segurança admitido na empresa e era o primeiro dia de emprego, não sei se havia inexperiência, mas tudo indica que foi um acidente», referiu o porta-voz da polícia em Luanda.

Nestor Goubel salientou que neste momento a polícia encontra-se no local para a recolha de mais informações, realçando a explicação inicial foi de que «depois de render o colega, começou a trabalhar e a dada altura entendeu que devia inspecionar a arma que, por azar, disparou».

«Estava a fazer o teste da arma. O que é certo é que acabou por fazer alguns disparos inadvertidos e um deles vitimou mortalmente o cidadão Crespo. Atingiu-o na região do abdómen e teve morte imediata», contou o porta-voz da polícia em declarações à Rádio Luanda, adiantando que «o presumível autor já está detido». (Foto: Rádio Luanda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close