Empresários da Guarda admitem «problema gravíssimo» com confinamento

O presidente da Associação Empresarial da Região da Guarda (NERGA) admite que o novo confinamento poderá criar um «problema gravíssimo» aos empresários locais e penalizar «seriamente» alguns sectores de actividade.

Pedro Tavares disse à agência Lusa que os sectores do pronto a vestir, do retalho e do calçado «vão ser seriamente penalizados» com o confinamento que entrou hoje em vigor, «porque abriram o período de saldos».

«Sendo [os comércios] obrigados a fechar um mês, irá passar a oportunidade para os comerciantes venderem o resto das colecção e irão ter de ficar com elas, porque daqui a um mês ninguém irá comprar nada referente ao inverno. Esse é um problema gravíssimo», justificou.

Já para o sector da restauração, o presidente da associação empresarial NERGA prevê um cenário «desastroso». «Neste momento, com esta obrigatoriedade de encerramento, vai ser complicadíssimo. É mais um mês [em que o sector vai estar] confinado. O Governo tem estado a apoiar o máximo que pode, mas a verdade é que uma coisa é receber apoios e outra coisa é as pessoas estarem a trabalhar, o que dava para irem vivendo», disse.

Pedro Tavares admite que no futuro haverá «situações complicadíssimas para os empresários» da região da Guarda, no Interior do país. «A longo prazo, outros sectores que trabalham para a restauração e para o comércio irão também ser afectados», vaticina.

O responsável entende que «os números da pandemia são piores que nunca» e são necessárias medidas, «mas a verdade é que vai haver facturas muito altas a pagar por certos sectores da economia».

O decreto do Governo que regulamenta o novo estado de emergência devido à pandemia de covid-19, em vigor entre as 00:00 de hoje e as 23:59 de 30 de Janeiro, determina o encerramento de espaços e estabelecimentos comerciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close