Equipas do distrito que estavam nos nacionais descem todas aos distritais

As seis equipas do distrito da Guarda, que na época 2015/2016 militaram nos campeonatos nacionais de Futebol e Futsal, desceram aos respectivos campe-onatos distritais. A maior surpresa foi a despromoção do Grupo Desportivo das Lameirinhas, uma vez que a formação da Guarda já estava há 20 anos no Nacional de Futsal. Na próxima época a Associação de Futebol da Guarda passa a ter menos um clube nas provas nacionais.

 

s seis equipas do distrito da Guarda que militavam nos campeonatos nacionais foram despromovidas aos distritais, o que implica que na próxima temporada, a Associação de Futebol da Guarda passe a ter menos um clube nos nacionais de Futebol e Futsal.
Duas das seis equipas nem terminaram a temporada como foram os casos do Sporting de Meda (juvenis) e Casa do Futebol Clube do Porto da Meda (Campeonato Nacional da 2ª Divisão de Futsal).
No futebol sénior, o Sporting do Sabugal, que militou no Campeonato de Portugal, terminou a época no último lugar da Série E. O treinador Rui Nascimento iniciou a temporada mas saiu após 10 jogos com apenas 3 pontos conquistados, sendo que 1 ponto foi subtraído na secretaria por utilização irregular de um jogador. O técnico acabou por sair e entrou Nando Ribeiro, que estava a treinar o Belmonte. Numa primeira fase, os raianos até deram esperanças de se poderem salvar mas nos últimos jogos da 2ª fase a equipa voltou a cair e acabou o campeonato no último lugar.
Quase idêntico foi o caso do Desportivo de Gouveia no escalão de juniores. Depois de uma primeira fase com altos e baixos, os serranos fizeram uma parte final de campeonato notável, mas dois jogos menos conseguidos (com o Vigor e Mocidade e AD Estação) deitaram tudo a perder e a despromoção acabou por ser uma realidade na última jornada, depois de um empate a 4 bolas frente ao Beira-Mar.
Nos juvenis e nos iniciados foram notórias as desigualdades entre as equipas do distrito e os adversários. No primeiro caso, o Sporting de Meda chegou mesmo a abdicar de entrar na 2ª fase. Os medenses somaram apenas um ponto na 1ª fase do Campeonato tendo terminado a competição com 86 golos sofridos em 9 marcados em 18 jogos.
Nos iniciados, a época do Sporting do Sabugal também acabou por não ser positiva e a despromoção foi um facto consumado desde muito cedo.
No Futsal foi com surpresa que o Grupo Desportivo das Lameirinhas acabou por descer aos distritais, o que já não acontecia há 20 anos. A equipa da Guarda, que sofreu uma grande remodelação no plantel no início da época, não resistiu aos maus resultados e foi despromovida. Caso diferente foi o da Casa do Futebol Clube do Porto da Meda. Os medenses acabaram por desistir a meio da temporada quando ocupavam o último lugar.
No Futebol feminino, o campeonato ainda não chegou ao fim e a formação da Fundação D. Laura dos Santos corre o risco de cair para o Campeonato de Promoção. A três jornadas do final, a equipa do concelho de Gouveia, está abaixo da linha de água.
Confrontado com estes resultados, o presidente da Associação de Futebol da Guarda, Amadeu Poço reconheceu que todos os anos as equipas do distrito acabam por ser despromovidas, adiantando ainda que «os campeões distritais vão substituir as formações que descem. O ideal era aumentar o número de clubes do distrito nas provas nacionais, mas problemas diversos fazem com que os clubes acabem sempre por descer». «Vamos esperar que o Desportivo de Gouveia tenha mais sorte do que o Sporting do Sabugal no Campeonato de Portugal», disse.
Na próxima temporada os clubes filiados na Associação de Futebol da Guarda a participar nos campeonatos nacionais são o Desportivo de Gouveia (Campeonato de Portugal), Estrela de Almeida (juniores), NDS (juvenis e iniciados), Grupo Desportivo de Casal de Cinza (Futsal) e Fundação D. Laura dos Santos e Seia FC (Futebol feminino).
Com participação assegurada na 1ª eliminatória da Taça de Portugal ficaram o Desportivo de Gouveia e Desportivo de Trancoso (1º e 2º classificados do Campeonato Distrital da 1ª Divisão) e a Associação Desportiva de Aguiar da Beira (vencedora da Taça de Honra).

 

Faustino Caldeira
fcaldeira@gmpress.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close