À ESPERA DA TRANSFERÊNCIA DE VERBAS

Os institutos politécnicos dizem estar à beira da ruptura financeira, porque o Ministério das Finanças não transfere as verbas que lhes são devidas. Ao Instituto Politécnico da Guarda deveriam já ter chegado 380 mil euros. O presidente do IPG, Constantino Rei, explica que a instituição não é das que necessita da verba em Novembro, mas admite dificuldades em cumprir todos os compromissos em Dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close