Europa apoia construção de Centro Interpretativo da Batalha de Figueira de Castelo Rodrigo

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo prevê iniciar em Fevereiro a construção, com financi-amento comunitário, do futuro Centro Interpretativo da Batalha de Salgadela, travada a 7 de Julho de 1664.
Segundo o presidente da autarquia, Paulo Langrouva, os projectos de arquitectura e de especialidades do Centro Interpretativo estão concluí-dos e aprovados pela Comis-são de Coordenação e Desenvolvimento da Região Centro (CCDRC). «Até ao início do mês de Fevereiro será submetida a candidatura à CCDRC, no âmbito do Portugal 2020, para se obter o financiamento para a requali-ficação de um espaço que será o nosso futuro Centro Interpretativo da Batalha da Salgadela», referiu hoje Paulo Langrouva à agência Lusa.
O autarca acredita que o projecto será «interessantís-simo» e terá «uma dinâmica muito própria», contribuindo para a dinamização turística do município de Figueira de Castelo Rodrigo, situado no distrito da Guarda, junto da fronteira com Espanha. «Não será estático, não é um museu, terá uma dinâmica muito mais virada para a população e de interação com as populações», com os visitantes, explicou. Paulo Langrouva referiu que o projecto aposta nas novas tecnologias e terá uma forte vertente pedagógica.
O futuro Centro Interpretativo da Batalha de Salgadela, que vai custar cerca de 900 mil euros, vai ficar instalado num edifício localizado próximo da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, que foi cedido pelo antigo presidente da autarquia Fernando Guerra Bordalo, já falecido, para criação de um museu.
O autarca socialista prevê que a obra se inicie «no final de Fevereiro» e que esteja com 15% de execução até ao dia 30 de Junho, para obtenção de «mais 7,5%» de fundos comunitários. «Eu espero bem que grande parte dessa obra seja executada até ao final do meu mandato», rematou.
A batalha de Salgadela ocorreu em 7 de Julho de 1664, quando as tropas portuguesas, sob o comando de Pedro Jacques de Magalhães, derrotaram os inimigos espanhóis, que procuravam a todo o custo reassumir o domínio de Portugal. O combate ocor-reu próximo da localidade de Mata de Lobos, onde existe um monumento que evoca aquele momento histórico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close