Eventos e tradições de Páscoa de regresso aos municípios das Beiras e Serra da Estrela

Os municípios do território da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) recebem este ano eventos e tradições de Páscoa, depois de dois anos de «confinamento forçado» devido à pandemia. «Este ano, a Páscoa será de “nova retoma” e com as principais manifestações pascais de referência no território a finalmente saírem “à rua”», refere a CIM-BSE, que tem sede na Guarda, em comunicado. Segundo a fonte, «a Quadragésima, as procissões, vias-sacras, as feiras de sabores e tradições, os mercados de produtos identitários voltam, assim, a ver a luz do dia, atraindo os visitantes aos centros históricos e culturais e às aldeias espalhadas por todo o território» da CIM-BSE.

«São Caminhos da Fé que podem muito bem cruzar-se com mais de seis mil quilómetros de percursos pedestres e uma vasta oferta de saúde e bem-estar, gastronómica, cultural, histórica e patrimonial», lê-se. A CIM-BSE refere que, este ano, a Páscoa nas Beiras e Serra da Estrela «vai passar a ser vivida ao máximo, depois de dois anos de confinamento forçado».

Para a Comunidade Intermunicipal, o ano de 2022 «marca o regressa aos grandes eventos de referência pascais por todo o país» e o «tão esperado regresso em pleno ao território», nesta altura do ano, «já se faz sentir». «O compasso de espera terminou e já são muitos os eventos alusivos à Quaresma e às tradições do sagrado que acontecem pelas aldeias e centros históricos até porque, pelas Beiras e Serra da Estrela as tradições do sagrado e da religiosidade das suas gentes, estão de tal forma arreigadas que este período pascal pretende ser vivido com intensidade entre famílias e amigos», salienta a nota.

O território da CIM-BSE recebe nesta época procissões, eventos da Quadragésima, cerimónias do lava-pés, vias-sacras, canto dos martírios, encomendação das almas, feiras de sabores e mercadinhos da Páscoa, entre outras realizações. A par dos eventos pascais de referência, a CIM-BSE «dá uma ajuda a quem visitar o território a definir um roteiro gastronómico, cultural, natural e saudável para uma merecida pausa na Páscoa 2022».

«Basta aceder ao [“site”] Visite Serra da Estrela e idealizar o seu percurso de eleição, até porque, a Páscoa, este ano, convida a vir, ficar e a viver intensamente as histórias e saberes ancestrais, os sabores e os produtos característicos, com a cultura e o vasto património natural e edificado das Beiras e Serra da Estrela», é referido.

A CIM-BSE é constituída por 15 municípios, sendo 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão).

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close