Fábrica de calçado vai criar 100 novos postos de trabalho em Pinhel

Uma nova fábrica de calçado vai instalar-se em Pinhel durante este ano e criar, logo no início da actividade, 100 postos de trabalho, disse aos jornalistas o presidente da autarquia. Segundo o presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, a nova unidade fabril irá ocupar um pavilhão da antiga fábrica de calçado Rhode, que fechou as portas em 2006 e lançou 370 pessoas para o desemprego, e onde já laboram duas empresas do mesmo sector.
«Estamos em conversações. Tudo indica que 2016 poderá ser o ano em que essa empresa se venha instalar em Pinhel, mas (…) não quero adiantar datas, porque [o processo] ainda está na fase em que a empresa está a negociar a maquinaria para a futura fábrica», disse o autarca.
Rui Ventura assegura que a instalação da nova unidade fabril em Pinhel, no distrito da Guarda, «é uma realidade» e que a autarquia tem «essa garantia do empresário», mas não sabe adiantar quando iniciará a laboração. Referiu que com a sua instalação serão criados, “no mínimo», 100 postos de trabalho e «um máximo» de 150.
Tal como já acontece com as duas empresas instaladas no complexo da antiga Rhode, actual Centro Logístico de Pinhel, o empresário é de Felgueiras e irá «contratar pessoas da região», disse Rui Ventura. A formação para os futuros funcionários «está a ser trabalhada» em articulação com o Centro de Emprego de Pinhel e com o Modatex – Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Lanifícios, que tem uma extensão naquela cidade.
A Câmara Municipal de Pinhel cedeu o espaço para a unidade fabril se instalar e o empresário tem um período de carência do pagamento da renda, mas fica sujeito a uma permanência de 10 anos. As duas fábricas já a laborar nas antigas instalações da Rhode (Eurovilde Portugal Shoes e Malite – Calçados Unipessoal Lda) empregam cerca de 70 pessoas. «Uma delas está neste momento a recrutar mais 25 pessoas para aumentar uma linha de montagem», disse Rui Ventura.
O autarca referiu ainda à Lusa que na zona industrial de Pinhel deverão instalar-se este ano duas empresas francesas de aeronáutica, criando 30 postos de trabalho cada uma. «Se tudo correr bem, na próxima Feira das Tradições [evento a realizar entre 5 e 7 de Fevereiro], vamos assinar o contrato com as duas empresas francesas de aeronáutica para se instalarem na zona industrial de Pinhel», adiantou.
Segundo o responsável, os empresários tencionam iniciar a laboração «até Setembro de 2016». «Eu sei que o espaço [de tempo] é curto. Nós assinaremos o contrato em Fevereiro, mas é a indicação que temos das empresas francesas. Naturalmente que, se assim for, ficamos satisfeitos», concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close