Faleceu Jesué Pinharanda Gomes, filósofo e historiador natural de Quadrazais (concelho do Sabugal)

Faleceu Jesué Pinharanda Gomes, filósofo e historiador natural de Quadrazais (concelho do Sabugal). Durante alguns anos foi colaborador do Jornal Terras da Beira. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já lamentou a morte do historiador de 80 anos, considerando ser «um dos nomes mais destacados no estudo e divulgação do pensamento português». Também a Câmara Municipal do Sabugal apresentou, em nome do município «e dos seus eleitos, de todos os seus trabalhadores e colaboradores, as mais sinceras condolências» à esposa e restante família.

Jesué Pinharanda Gomes nasceu em 16 de Julho de 1939, no concelho de Sabugal. Escritor, filósofo, historiador e investigador, Pinharanda Gomes foi «um dos nomes mais destacados no estudo e divulgação do pensamento português», considerou Marcelo Rebelo de Sousa numa nota divulgada no “site” da Presidência da República.

«Auto-didacta erudito, deixou-nos uma bibliografia vastíssima, iniciada em começos dos anos 1960, e que abarca temas filosóficos, culturais, literários, religiosos, teológicos e até etnológicos», acrescenta, endereçando «sentidos pêsames» à família e amigos.

Na óptica do chefe de Estado, Pinharanda Gomes «era um trabalhador incansável, um homem de convicções profundas e um indefectível de uma certa ideia de Portugal». Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que Jesué Pinharanda Gomes «escreveu sobre o Cancioneiro de Quadrazais (a sua terra natal, no concelho do Sabugal, distrito da Guarda), o platonismo e o aristotelismo, sobre Frei Bartolomeu dos Mártires, Guilherme Braga da Cruz, Santo Agostinho ou Leonardo Coimbra, entre outros, bem como inúmeros estudos sobre a Guarda e sobre figuras da Igreja em Portugal».

«Defendendo a especificidade de um pensamento português, na sequência de movimentos como a renascença portuguesa ou o saudosismo, Pinharanda Gomes editou obras de referência como ‘Introdução à História da Filosofia Portuguesa’, ‘Pensamento Português’ (sete volumes) e Dicionário da Filosofia Portuguesa, interveio em conferências e colóquios e colaborou com a imprensa regional e nacional», elenca a nota.

O Presidente da República assinala ainda que Jesué Pinharanda Gomes foi «co-fundador do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira, sócio correspondente da Academia Internacional de Cultura Portuguesa e da Academia Portuguesa de História, doutor ‘Honoris Causa’ pela Universidade de Beira Interior» no ano passado.

Também a Câmara Municipal do Sabugal apresentou, em nome do município «e dos seus eleitos, de todos os seus trabalhadores e colaboradores, as mais sinceras condolências» à esposa e restante família. Numa nota publicada no “site” da autarquia, é dado conta que o presidente da Câmara, António dos Santos Robalo, decretou três dias de luto municipal pela morte de Jesué Pinharanda Gomes, que foi agraciado com a medalha de ouro do município do Sabugal em 2012.

O mesmo texto classifica Pinharanda Gomes como um «pensador profícuo, com vasta obra publicada e um valioso espólio bibliográfico» que pode ser consultado no centro de estudos com o seu nome.

De acordo com a Câmara Municipal do Sabugal, o corpo de Jesué Pinharanda Gomes estará em câmara ardente na Igreja de Santo António dos Cavaleiros, a partir das 17:00 de Domingo e, pelas 10:00 de Segunda-feira «haverá missa presidida pelo cardeal patriarca de Lisboa, seguindo depois para a sua terra natal, Quadrazais, onde se realizará o funeral pelas 18:00».

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close