«FALTA DE VISÃO NO FUTURO» COMPROMETE COMERCIALIZAÇÃO

A comercialização dentro de portas é o “calcanhar de Aquiles” da Capital dos Frutos Silvestres. O presidente da cooperativa admite que se tem feito «muito pouco», mas não acredita que o cenário mude a curto prazo, por «falta de visão de futuro». Afirma ainda que «quem tutela também não está a apoiar».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close