Festival de Jazz na Guarda a partir de Sexta-feira

A cidade da Guarda recebe, entre sexta-feira e o dia 17, uma nova edição do festival “Guarda in Jazz”, que tem no cartaz “grandes nomes da cena nacional e internacional”, anunciou hoje a Câmara Municipal.

“A Guarda dá impulso a este início de verão com uma nova edição do ‘Guarda in Jazz’ entre 08 e 17 de julho e com os ritmos jazz a marcar a vida cultural da cidade mais alta. O festival traz grandes nomes da cena nacional e internacional do jazz ao Teatro Municipal da Guarda (TMG) e, nesta edição, a outros palcos da cidade, como será o caso da Alameda de Santo André, onde decorrerá o Guarda Wine Fest”, refere a fonte, em comunicado. 

O festival começa na sexta-feira, com Desidério Lázaro, considerado “um dos melhores músicos de jazz português”, que se apresenta em formato de quarteto e que exibe “temas originais numa linha cinematográfica e com incursões ao rock e à música erudita”.

O Desidério Lázaro Quarteto atua no Café Concerto do TMG, pelas 22:00 de sexta-feira.

No dia seguinte, sábado, pelas 21:30, “revisitam-se os ‘standards’ com temas clássicos de jazz, transversais a várias gerações, com a Glenn Miller Orchestra, vinda diretamente dos Estados Unidos da América”, anuncia a autarquia da cidade mais alta do país.

“Esta Big band, formada por Glenn Miller em 1932, tem passado por várias formações ao longo das últimas décadas, atualmente é dirigida por Ray Macvay e conta com cerca de 20 músicos e cantores. Ao palco do Grande Auditório do TMG vão trazer as melodias eternas da época dourada do jazz e do swing dos anos 30 do Século XX”, explica.

De acordo com o programa, no dia 13, pelas 22:00, no Café Concerto do TMG, atua o Luís Vicente Quarteto.

“Adepto do Free Jazz, este quarteto conta com aclamados músicos internacionais como William Parker, Hamid Drake ou John Dikeman”, lê-se.

No dia seguinte, 14 de julho, no Pequeno Auditório do TMG, às 21:30, é a vez de Laurent Filipe, trompetista, compositor e produtor que apresenta Ode to Chet, “uma homenagem ao ícone do jazz Chet Baker, também ele trompetista”.

A partir do dia 15, o festival muda-se de “armas e bagagens” para o palco da Alameda de Santo André, juntando-se ao evento Guarda Wine Fest, uma iniciativa do município da Guarda, realizada em parceria com a Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior.

Naquele dia, pelas 21:30, atua o Indigo Quintet, um projeto portuguêsr criado em 2018 e que mistura estilos musicais do jazz ao rock.

No dia seguinte, sábado, também às 21:30, é a vez da atuação do norte-americano John Pizzarelli, um “músico da nova geração” que “seguiu os passos do legado artístico de Nat King Cole”.

O “Guarda in Jazz” termina no domingo, dia 17, às 18:00, com um concerto da banda luso-brasileira Carioca de Limão, “que faz jazz de fusão: ritmos brasileiros fundem-se com o jazz e grooves funky, eletrónica e músicas do mundo”, segundo a organização.

O município da Guarda informa que todos os concertos são de acesso ou entrada livre com exceção dos que acontecem nos auditórios do TMG.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close