Fim do dever de recolhimento nos concelhos de maior risco a partir de domingo

A limitação da circulação na via pública aplicada aos concelhos de maior risco de incidência de covid-19 vai deixar de ser aplicada a partir do próximo domingo, 01 de Agosto, anunciou hoje o primeiro-ministro, António Costa. “Já a partir do próximo domingo, o fim da limitação horária da circulação na via pública”, afirmou António Costa, em conferência de imprensa, após a reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa.

No âmbito da actualização do mapa de risco realizada na semana passada, em 22 de Julho, 116 dos 278 concelhos de Portugal continental (41,7%) estavam em risco elevado (55), como era o caso da Guarda, ou muito elevado (61) de incidência de covid-19, ficando sujeitos a medidas mais restritivas, inclusive dever de recolhimento, diariamente, entre as 23:00 e as 05:00.

Esta medida de limitação da circulação foi anunciada pelo Governo em 1 de Julho e mantém-se em vigor até ao próximo sábado, 31 de Julho. «Deixaremos de aplicar medidas diferenciadas em função da situação em cada concelho e as medidas passarão a ter uma dimensão nacional», indicou o primeiro-ministro, revelando que a primeira fase do plano do Governo arranca no próximo domingo, 1 de Agosto.

Os bares e discotecas vão permanecer encerrados até Outubro, mês em que poderão reabrir para clientes com certificado de vacinação contra a covid-19 ou de recuperação da doença ou com teste negativo, anunciou hoje o primeiro-ministro.

Os espaços de diversão nocturna estão encerrados permanentemente desde março de 2020 por causa da pandemia e poderão reabrir em Outubro, quando as autoridades estimam que 85% da população portuguesa esteja com a vacinação completa contra a covid-19, disse António Costa.

O primeiro-ministro falava no final do Conselho de Ministros de hoje, que aprovou três novas fases de levantamento das restrições em vigor por causa da pandemia e de retoma gradual de algumas actividades, sendo a primeira fase em 01 de Agosto (57% população vacinada), a segunda em 05 de Setembro (71%) e a última em Outubro (85%). «Nessa fase será então possível que bares e discotecas possam reabrir», disse António Costa, que acrescentou que os frequentadores a apresentarem os certificados digitais e testes que são já agora pedidos na restauração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close