Foz Côa investe 150 mil euros em programa renovado da festa da Flor da Amendoeira

SONY DSC

O município de Foz Côa investiu 150 mil euros num programa renovado das festividades da Amendoeira em Flor, reforçando assim o orçamento de anos anteriores, após o interregno devido à pandemia. «Em 2020 ainda conseguimos realizar as festividades da Amendoeira em Flor  e foi talvez o último evento cultural e recreativo de massas antes do primeiro confinamento devido à pandemia. Este ano estamos de regresso e em força, com um formato renovado, e prometemos ser a grande festa no Douro superior, após o alívio das restrições em relação à covid-19», disse à Lusa, o vice-presidente da Câmara de Vila Nova de Foz Côa, Pedro Duarte.

As festividades da Amendoeira em Flor, em Foz Côa, vão decorrer entre 25 de Fevereiro e 6 de Março de 2022. De acordo com o autarca, o cartaz é diversificado, «com um novo formato e um programa diversificado, pensado para todos os gostos e idades».

«Reforçámos o investimento nestas festividades e pretendemos dar-lhe uma nova roupagem e inovar alguns sectores. No fundo, quase que criámos duas festas dentro do mesmo cartaz. Ou seja, durante o período diurno haverá espaço para as colectividades e comércio local do concelho. O cartaz mais nocturno foi completamente reformulado», frisou Pedro Duarte.

«O pavilhão EXPOCÔA será transformado num acolhedor e confortável salão de festas, para receber as actividades nocturnas. Aqui encontrará para além de um espaço “lounge”, restauração, bares, informação turística e muito entretenimento», vincou o autarca.

Do cartaz, esta autarquia destaca  o espectáculo “Quando Estou Triste – Um Concerto de Palavras”, com estreia em Foz Côa, da autoria da actriz Mia Tomé, com a participação do músico Noiserv, o espectáculo “Insónia”, do apresentador Fernando Mendes, os artistas de música pop AGIR e Calema e Augusto Canário fará uma actuação inédita em conjunto com o grupo local, os “Fiarresgas”.  O espaço contará ainda com música ambiente e ao vivo e vários Dj «de renome nacional».

O desfile etnográfico fecha as festividades, sendo considerado pela autarquia «a cereja no topo do bolo», porque toda a comunidade se junta à iniciativa. «A festa da amendoeira foi o último evento no concelho, antes da pandemia e pretendemos que o seu regresso marque o recomeço de uma nova fase e de tantas outras festividades em Foz Côa, no país e no mundo», indicou.

Para além da festa, o município de Foz Côa oferece aos visitantes história, cultura, natureza, tradições, gastronomia e vinhos, a que se alia uma vasta programação cultural e de animação.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close