FREGUESIA DE GONÇALO QUER QUE A CESTARIA SEJA RECONHECIDA COMO UMA ARTE

A Junta de Freguesia de Gonçalo acompanhou de perto as iniciativas aprovadas recentemente na Assembleia da República que dão atenção à cestaria da vila e que propõe medidas para que a mesma seja promovida e valorizada. O presidente da Junta de Freguesia, António Jorge Esteves, diz que as iniciativas criam alguma «expectativa» para um novo impulso da actividade. O autarca defende que a cestaria de Gonçalo, mais do que a comercialização, deve ser reconhecida como uma arte. A criação de uma entidade aglutinadora pode ser a solução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close