GNR decide fecho temporário de cinco postos de atendimento no distrito da Guarda

A GNR suspendeu temporariamente o funcionamento de cinco postos de atendimento reduzido (PAR) no distrito da Guarda: Freixedas, Freixo de Numão, Miuzela, Pínzio e Vila Nova de Tázem [Gouveia]. A GNR adiantou à Lusa que há outros quatro PAR que estão com actividade suspensa apenas ao fim-de-semana, como são os casos de Loriga, Paranhos da Beira, Soito e Vila Franca das Naves [Trancoso]. «Esta medida permitiu a transferência temporária de 47 militares para os postos Sede de Agrupamento», acrescenta.

Segundo a GNR, a suspensão temporária da actividade de alguns postos territoriais, «os quais já funcionavam em Regime de Atendimento Reduzido, teve como pressuposto as circunstâncias particulares e excepcionais que o país atravessa [devido à pandemia causada pela covid-19], em especial a reposição do controlo de fronteiras terrestres, tarefa essa com forte empenhamento da Guarda Nacional Republicana».

«Assim, a Guarda [GNR] considerou operacionalmente vantajoso adoptar esta medida temporária, à semelhança do que já ocorreu na fase inicial da pandemia, a qual permite alocar um maior número de militares para o serviço operacional, nomeadamente para o controlo da fronteira terrestre, sublinhando-se que a mesma apenas vigorará enquanto se afigurar absolutamente necessário, retomando a situação de normalidade logo que possível», remata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close