GNR deteve homem por posse de explosivos e arma proibida em Pinhel

A GNR deteve um homem de 63 anos, por posse de engenhos explosivos e arma proibida, em Pinhel. Segundo o Comando Territorial da GNR da Guarda, o suspeito foi detido, ontem (Quinta-feira), através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Pinhel, «no decorrer de uma investigação por dano qualificado e posse de armas proibidas, que decorria há cerca de dois meses».

A GNR deu cumprimento a oito mandados de busca, tendo realizado uma busca domiciliária, duas em anexos e cinco em veículos, que culminaram com a apreensão de diverso material pirotécnico, uma pistola de calibre 6,35 milímetros e 97 munições de diversos calibres.

Durante a acção, os militares da GNR apreenderam ao suspeito oitenta detonadores pirotécnicos, um foguete pirotécnico, treze “bombetas” de pirotecnia, três detonadores eléctricos, dez “sticks” de gelamonite, 3,30 metros de cordão lento de cor verde e 7,09 metros de cordão lento de cor rosa.

O detido foi constituído arguido e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Pinhel. A fonte adianta que «face às características do material explosivo», a acção “contou com o reforço da equipa EOD (“Explosive Ordnance Disposal”) da Guarda, que recolheu e transportou os artigos apreendidos».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close