GNR reabre em Março postos de atendimento reduzido no distrito da Guarda

A GNR vai reabrir em Março, de forma faseada, os nove Postos de Atendimento Reduzido (PAR) no distrito da Guarda que foram encerrados temporariamente devido à pandemia causada pela covid-19.

O Comando Territorial da GNR da Guarda refere em comunicado que, «considerando o gradual decréscimo de casos covid-19 e o constante empenho da GNR num rápido regresso à normalidade, irá, nos próximos dias, retomar a actividade dos PAR». Segundo a nota, «tendo em vista o retorno à normalidade», o Comando Territorial irá restabelecer os serviços de atendimento ao público de forma faseada.

No dia 1 de Março, serão reabertos os Postos Territoriais da GNR de Vila Franca das Naves (no concelho de Trancoso), Soito (Sabugal), Loriga e Paranhos da Beira (Seia). Para 8 de Março, está planeada a reabertura dos Postos Territoriais de Vila Nova de Tázem (Gouveia) e Freixedas (Pinhel). Por fim, no dia 15 de Março, a GNR retomará o funcionamento dos Postos Territoriais de Freixo de Numão (Vila Nova de Foz Côa), Miuzela (Almeida) e Pínzio (Pinhel).

Como o TB noticiou há duas semanas, segundo a GNR a suspensão temporária do funcionamento dos PAR «teve como pressuposto as circunstâncias particulares e excepcionais que o país atravessa [devido à pandemia causada pela covid-19], em especial a reposição do controlo de fronteiras terrestres», uma medida que «permitiu a transferência temporária de 47 militares para os postos Sede de Agrupamento»

Mas esta medida originou por parte do deputado do PSD, Carlos Peixoto, que considerou tratar-se de um «estranho argumento», justificando que é do «conhecimento geral que as forças de segurança neste distrito em particular, e no Interior do país em geral, têm perdido efectivos ano após ano».

Numa pergunta ao ministro da Administração Interna, o social-democrata, que foi eleito pelo círculo da Guarda, considera um «absurdo que seja precisamente na fase em que a situação epidemiológica está a melhorar a olhos vistos que se justifique o encerramento destes postos com base no agravamento da situação de covid-19».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close