Governo atribui mais de 110 estágios profissionais para a Administração Local do distrito da Guarda

O Governo vai atribuir 2.088 estágios profissionais na Administração Local, co-financiados pelo Fundo Social Europeu, num montante de cerca de 18,5 milhões de euros, segundo um despacho publicado hoje em Diário da República (DR). O distrito da Guarda foi contemplado com mais de 110 vagas.
De acordo com o despacho, assinado pela secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, as zonas Norte e Centro do país serão as que irão acolher mais vagas de estágio, no âmbito da 2.º fase do Programa de Estágios Profissionais na Administração Local.
Esta segunda fase destina-se a jovens desempregados até aos 30 anos, ou 35 se portadores de deficiência ou com incapacidade, detentores de licenciatura, de cursos técnicos superiores profissionais ou cursos tecnológicos de nível secundário.
A distribuição foi feita após candidatura das entidades da administração local, nomeadamente, municípios, freguesias, entidades intermunicipais, associações de municípios e empresas locais. Segundo o despacho publicado em DR, a zona Norte do país terá um total de 763 estágios, dos quais 53 serão destinados a candidatos portadores de deficiência. Nesta zona serão os municípios da Trofa (38), no distrito do Porto, e o de Vila Pouca de Aguiar (30), em Vila Real, a receber mais estágios. Vila Nova de Foz Côa, que faz parte do distrito da Guarda mas que está integrado na região Norte, tem 16 vagas de estágio, dois dos quais destinados a candidatos portadores de deficiência.
Na zona Centro serão atribuídos um total de 744 estágios, dos quais 49 são destinados a cidadãos com deficiência, sendo os municípios de Coimbra (45) e o de Viseu (25) a acolherem mais vagas.
O Alentejo irá dispor de 363 vagas, 17 destas para portadores de deficiência, e com maior distribuição nos municípios de Ponte de Sor (21), no distrito de Portalegre, e de Portel (14), em Évora. Para a zona do Algarve foram atribuídas 110 vagas, seis para pessoas com deficiência, sendo os municípios de Albufeira (20) e de Loulé, ambos no distrito de Faro, a dispor de mais estágios. Gouveia (15) e Guarda (15) são os dois municípios do distrito da Guarda, integrados na região Centro, que recebem mais estagiários. Seguem-se Aguiar da Beira (14), Seia (9), Figueira de Castelo Rodrigo (9), Sabugal (7), Celorico da Beira (5), Manteigas (5), Meda (5), Pinhel (5), Fornos de Algodres (4) e Almeida (3). Trancoso é o único município do distrito da Guarda que não foi contemplado com vagas de estágio. No total, os municípios do distrito da Guarda foram contemplados com 104 vagas de estágio, oito das quais para portadores de deficiência. Para além disso, a Freguesia da Guarda tem uma vaga e há três destinadas à Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.
A região de Lisboa foi contemplada com um total de 105 vagas, das quais oito serão para pessoas portadoras com deficiência, concentrando-se a maioria nos municípios de Cascais (19) e de Setúbal (19).
Este programa é um instrumento de apoio à transição dos jovens do sistema de ensino e formação profissional para o mercado de trabalho, que visa aumentar a qualificação e, consequentemente, o perfil de empregabilidade, dando resposta às dificuldades de inserção na vida profissional.
Segundo o despacho, os procedimentos de selecção de estagiários devem estar concluídos no prazo de quatro meses, a contar da data da publicitação do aviso de abertura.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close