Governo aumenta apoio aos produtores de ovelha típica da Serra da Estrela

O Governo vai aumentar o apoio aos produtores de ovelhas típicas da Serra da Estrela em cerca de 60 euros por cabeça, para 160 euros, para estimular a produção de queijo, anunciou hoje a ministra da Agricultura.

«Vamos criar condições para financiar, pela primeira vez, a aquisição desta raça autóctone, da raça bordaleira da Serra da Estrela. Vamos aumentar o apoio em cerca de 60 euros por cabeça. De 100 euros, vão receber, os nossos agricultores, 160 euros», disse Maria do Céu Antunes aos jornalistas, na abertura da Feira do Queijo de Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra, que regressou ao formato presencial após dois anos de realização “online” por causa da pandemia.

Segundo a governante, a medida visa «estimular, efetivamente, a produção de queijo da Serra [da Estrela]», que é considerado «um grande activo» do território, e «acrescentar valor à economia de regiões» como aquela onde o queijo é produzido.

A região demarcada de produção do queijo Serra da Estrela abrange os municípios de Carregal do Sal, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia, Mangualde, Manteigas, Nelas, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo, Seia, Aguiar da Beira, Arganil, Covilhã, Guarda, Tábua, Tondela, Trancoso e Viseu.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close