Governo diz que o apoio à fixação de médicos no Interior não se limita a mais dinheiro

O secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, disse na semana passada que as medidas para a fixação de médicos no Interior do país não se restringem à majoração dos ordenados e que abarcam outras questões como a formação e valorização profissional. «Não queremos circunscrever os incentivos a mais dinheiro e sim alargá-los também às questões da formação, da valorização profissional e da família», disse.
Manuel Delgado falava na Covilhã, à margem da inauguração da Unidade de Farmacovigilância que ficará instalada na Universidade da Beira Interior e que pretende contribuir para aumentar a segurança na utilização de medicamentos, dando resposta aos distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu.
Questionado pela agência Lusa sobre a carência de médicos no Interior, o governante garantiu que a tutela está empenhada em dar resposta a este problema e sublinhou que as medidas vão muito além da mera questão de um aumento no ordenado.
Manuel Delgado lembrou que o decreto-lei aprovado no último ano para a fixação dos médicos no Interior «engloba incentivos de instalação, incentivos de apoio à família (mulher e filhos), bem como incentivos remuneratórios e de formação».
O governante vincou a importância destes incentivos à formação, uma vez que, considerou, «o problema do Interior, muitas vezes, prende-se com o facto de os médicos pensarem que vão trabalhar sozinhos ou com poucos profissionais da mesma área, perdendo assim contacto directo com o que são os avanços científicos e tecnológicos na saúde».
Já no que concerne à eventual instalação da Unidade de Medicina Nuclear no Fundão e da Unidade de Hemodinâmica na Covilhã, duas reivindicações antigas da região, o governante explicou que «ainda não há decisões fechadas» sobre essas matérias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close