Governo diz que vai aprovar novo regime de fixação de funcionários públicos no Interior nas “próximas semanas”

O Governo deverá aprovar nas «próximas semanas» um novo regime de fixação de funcionários públicos no Interior, no âmbito da estratégia de coesão territorial, anunciou hoje o ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira.
Pedro Siza Vieira falava aos deputados na Assembleia da República, durante uma audição na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, onde fez um diagnóstico daquilo que tem sido feito pelo Governo naquele âmbito.
De acordo com o ministro, vão ser dados incentivos aos funcionários públicos para que estes se possam interessar pela «movimentação geográfica» para o Interior. Entre as medidas avançadas por Pedro Siza Vieira estão «incentivos financeiros majorados», além do «aumento do número de [dias de] férias».
O ministro salientou ainda que o programa de desenvolvimento do sector público no Interior já criou «cerca de dois mil empregos» apoiados por recursos financeiros, lembrando que está em discussão na especialidade «um regime de cadastro simplificado do balcão único que permitirá, uma vez aprovado, criar de imediato 1.435 postos de trabalho».

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close