Guarda recebe etapa rainha na Segunda-feira

O Jardim José de Lemos, na Guarda, recebe esta Segunda-feira, o final da etapa rainha, sendo provável que o vencedor deste ano da Volta a Portugal seja conhecido na cidade mais alta. Os 184 quilómetros, com início na Lousã, poderão serdecisivos. Os cor-redores entram no distrito por Seia, sobem à Torre, descem para Manteigas mas terão depois de enfrentar novas subidas. Primeiro de Valhelhas até à Guarda e depois, já em perímetro urbano, desde a Avenida Cidade de Salamanca atéao Jardim José de Lemos, sendo os últimos metros nos paralelos da Avenida D. Nuno Alvares Pereira.
Faustino Caldeira
fcaldeira@gmpress.pt

Pode ser a etapa de todas as decisões. O percurso da penúltima “tirada” da Volta a Portugal (etapa rainha), entre a Lousã e a Guarda, numa distância de 184,1 quilómetros, na próxima Segunda-feira, pode ditar o vencedor da 79ª edição da principal prova do calendário velocipédico nacional, uma vez que depois só resta o contra-relógio final, em Viseu.
As atenções vão estar concentradas nos trepadores porque a Serra da Estrela fará parte do percurso. A nona etapa contabiliza seis contagens de montanha com a subida ao ponto mais alto da Estrela a fazer-se pela vertente de Seia. Depois do mítico prémio de categoria especial, na Torre, a corrida segue em direcção à Guarda. A entrada no distrito será por Seia, por volta das 14h50, onde está instalada uma meta volante.
O pelotão segue em direcção ao Sabugueiro até ao cruzamento do Alto da Torre, desce para Manteigas e entra no concelho da Guarda, em Valhelhas, onde está mais uma meta volante. A partir daqui o percurso é idêntico ao do ano passado, ou seja, passagens pelo alto de Famalicão da Serra, Fernão Joanes, Meios, Maçainhas até à Guarda.
Os corredores entram na VICEG até à ponte pedonal do Rio Diz e fazem a última subida até ao Jardim José de Lemos, pela Avenida de Salamanca, Avenida Cidade Watterbury, Rua Cidad Bejar, Rua António Sérgio, Rua D.Nuno Alvares Pereira e Largo General Humberto Delgado, onde habitualmente é instalada a meta. A chegada do vencedor deve ser às 17h31.
Para o director da Volta, Joaquim Gomes, esta etapa pode ser decisiva, uma vez que «é a última etapa em linha e última possibilidade de confronto “ombro a ombro”, “olhos nos olhos”. Serão os derradeiros 185 quilómetros em que a Lousã verá partir, a caminho da Guarda, os “bravos da estrada”». Góis, Arganil, Oliveira do Hospital, com o seu Arco Romano de Bobadela, como pano de fundo, assistirão ao calvário que vai conduzir a Seia e ao Alto da Torre, único Prémio de Montanha de categoria especial da prova. Ultrapassado o “Bojador”, teremos o Vale Glaciar e Manteigas a conduzir a caravana até à escalada final que reencontra a cidade mais alta de Portugal, a Guarda. Se, ainda assim, restarem duvidas, o acerto final de contas terá de ficar para Viseu.
Em Viseu, na Terça-feira, o contra-relógio, com 20,1 quilómetros, será o mais curto dos últimos anos discutido num percurso misto, entre a zona urbana e a zona campestre, onde não faltará, na parte final, a passagem na zona histórica.
Com ainda muitos quilómetros para percorrer até à final de Viseu, os corredores cumprem amanhã o dia de descanso, em Fafe, e no Sábado voltam a sentir dificuldades no percurso entre Lousada e Santo Tirso, de 162 quilómetros, e com a subida ao Santuário de Nossa Senhora da Assunção. No Domingo, cumpre-se a antepenúltima etapa entre Gondomar e Oliveira de Azeméis, de 160 quilómetros.

Bryan Alaphilippe venceu etapa
que começou em Figueira
O ciclista francês do WorldTour Bryan Alaphilippe venceu, na passada Segunda-feira, em Bragança, o sprint que rematou a 3ª etapa da 79ª Volta a Portugal Santander Totta, que teve início em Figueira de Castelo Rodrigo, num total de 162,7 quilómetros.
Na chegada em bloco, o jovem da formação Armée de Terre bateu Krists Neilands (Israel Cycling Academy) e Daniel Mestre (Efapel).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close