Guardenses escolhem novas placas toponímicas até 12 de Novembro

Até 12 de Novembro, os guardenses vão poder votar numa das quatro propostas para as novas placas toponímicas. A escolha é feita on-line no site da Câmara Municipal. As propostas foram apresentadas na passada Sexta-feira no Fórum sobre Toponimia pelo vereador Sérgio Costa. Foram escolhidas no âmbito de um concurso de ideias promovido pela autarquia. O objectivo é uniformizar o grafismo das placas toponímicas e dos números de polícia existentes em cada zona, de acordo com o perfil arquitectónico e urbanístico, de modo a neutralizar a existência de diferentes suportes/modelos.
Das cinco propostas apresentadas ao concurso, o júri escolheu as quatro colocadas à votação. O concurso está divido em cinco categorias: Centro histórico e zona envolvente, restante área urbana da cidade da Guarda, freguesias rurais, limite das freguesias rurais e limite do concelho da Guarda. O munícipio vai atribuir mil euros a cada um dos vencedores de cada categoria.
O juri será presidido por Hélder Sequeira, membro da Comissão de Toponímia. Fazem ainda parte Manuel Luís dos Santos, historiador; João José Pina Prata, presidente da Junta de Freguesia da Guarda; João Mendes Rosa, director do Museu da Guarda; Pedro Nunes Almeida, chefe da Divisão de Planeamento, Gestão Urbanística e Obras Municipais e o arquitecto Joaquim Luis Costa Gomes, assessor do presidente da Câmara Municipal da Guarda.
O vereado Sérgio Costa explicou que este concurso é o culminar de um trabalho iniciado quando o executivo tomou posse e que decidiu tratar da toponímia da Guarda. A autarquia considera que é importante e urgente adequar as placas toponímicas às características de cada zona urbana e procurar as melhores soluções para uma identificação/elucidação das personalidades consagradas na toponímia guardense, adequando-a à tipologia do suporte e potenciando os actuais recursos técnicos e tecnológicos.
Recorde-se que no ano passado a Câmara da Guarda elaborou um Regulamento Municipal de Toponímia e de Atribuição de Numeração de Polícia do município da Guarda, para que ficassem estabelecidas «as normas e critérios que regulam a atribuição das designações toponímicas dos espaços públicos, as regras de atribuição da numeração de polícia dos edifícios e as característcas a que devem obedecer as placas com designações toponímicas e numeração dos edifícios na área do concelho da Guarda». A autarquia entende que se impõe a elaboração de um regulamento que «permita responder com eficácia às necessidades da população em geral, no qual conste a definição clara das regras, procedimentos e critérios que devem orientar a atribuição das designações toponímicas dos espaços públicos e de remuneração dos edifícios na área do concelho da Guarda». A autarquia criou também a comissão municipal de toponímia, órgão consultivo da Câmara para todas as questões relacionadas com o regulamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close