Hoje começa o processo de migração da TDT na região que abrange os distritos da Guarda, Bragança e Vila Real

Metade dos emissores que compõem a rede de emissores da televisão digital terrestre (TDT) já mudaram de frequência, revelou a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). Na semana passada, teve início a migração dos emissores para a TDT na região de Viseu e Dão Lafões e decorre até 6 de Outubro o processo nos oito emissores. Hoje, Sexta-feira, começa o processo de migração da TDT na região que abrange os distritos da Guarda, Bragança e Vila Real (a metade leste) e os concelhos mais a leste do distrito de Viseu. A Anacom ressalva que os efeitos da migração podem ter-se já feito sentir em algumas zonas desta região esta segunda-feira, uma vez que existem emissores de outra região que impactam nesta, designadamente Carpinteira e Reitoria, na Covilhã, que foram alterados

Até 15 de Setembro mudaram de frequência 121 emissores, de um total de 243, estando o processo de migração a meio, diz a Anacom em comunicado.

A segunda fase da alteração da rede de emissores da televisão digital terrestre (TDT), necessária para desenvolver o 5G (Quinta Geração de Internet móvel), teve início em Fevereiro, foi suspenso em Março devido à pandemia de Covid-19, foi retomado em meados de Agosto e deverá estar concluído em Dezembro.

No comunicado, a Anacom lembra que a migração da TDT não abrange todas as pessoas e que, quando o emissor mudar de frequência, o ecrã da televisão fica negro, sem imagem, sendo necessário fazer uma nova sintonia da televisão ou do descodificador de TDT.

A Anacom lembra não ser necessário substituir ou reorientar a antena, trocar a TV ou o descodificador, nem subscrever serviços de televisão paga, apenas condomínios/edifícios com instalações com amplificadores mono-canal podem vir a ter de os substituir.

«Caso não consigam fazer a sintonia dos equipamentos por si ou com a ajuda prestada através do número gratuito 800 102 002, a Anacom agendará uma visita a casa da pessoa para proceder à sintonia, com técnicos seus e de forma gratuita», esclarece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close