Homem de 41 anos morreu depois de ter sido agredido em Trancoso

Um homem, de 41 anos, morreu hoje após ter sido agredido na localidade de Cótimos, no concelho de Trancoso, no distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Trancoso.

De acordo com a mesma fonte, a vítima estava fora do carro, suspeitando-se, por isso, de «agressão» e não de acidente. «O senhor tinha sido barrado na estrada, parou [saiu da viatura] e alguém o agrediu, eventualmente pelas costas», explicou. O óbito foi declarado no local, um acesso à estrada nacional que liga Trancoso a Meda, junto à localidade de Cótimos, no concelho de Trancoso.

O homem, de 41 anos, passava por aquele local, por volta das 04:00 de hoje, ao deslocar-se para o trabalho diariamente «e alguém deve ter-lhe feito uma espera». «A vítima saiu do carro para tirar as pedras da estrada [que poderão ter sido colocadas propositadamente] e foi agredida quando estava fora do carro», adiantou a mesma fonte dos bombeiros.

O alerta foi dado às 06:14 e no local estiveram meios dos Bombeiros Voluntários de Trancoso e da Guarda Nacional Republicana (GNR), além de uma VMER (viatura médica de emergência e reanimação) da Guarda.

O caso está sob investigação da Polícia Judiciária na Guarda, que admitiu, à agência Lusa, a possibilidade de se tratar, de facto, de um homicídio.

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close