I Encontro de Oncologia reúne na Guarda perto de uma centena de profissionais de saúde

Superou as expectativas o número de inscrições para o I Encontro de Oncologia promovido pela Unidade de Oncologia do Serviço de Medicina da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda. O encontro está marcado para este Sábado, a partir das 9 horas, numa unidade hoteleira da cidade, e surge no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, assinalado a 4 de Fevereiro, que engloba ainda um Workshop de Nutrição para Doentes e Cuidadores a acontecer esta Sexta-feira, entre as 15h30 e as 17h00, no Átrio do Pavilhão Novo do hospital da Guarda.

Foram recebidas «perto de 100 inscrições», um número que surpreendeu pela positiva, como confessou Maria Inês Sequeira, assistente hospital de Oncologia Médica da ULS da Guarda, elemento da organização e um dos palestrantes. O motivo é simples: «Como é a primeira vez que estamos a organizar não estávamos na expectativa de tanta adesão». «Mas estamos contentes», nota.

O encontro é direccionado para os profissionais de saúde da ULS da Guarda, ainda que a informação tenho chegado «ao Centro Hospital da Cova da Beira [Covilhã], por proximidade», e tem por finalidade «responder a algumas questões que nos iam formulando, tanto dos centros de saúde como das outras áreas hospitalares e mesmo médicos, pedindo-nos para focar alguns pontos, e então nós resolvemos fazer estas formações mais para ir ao encontro das expectativas dos profissionais da nossa ULS».

O que justifica a tema do I Encontro de Oncologia: “O Doente Oncológico – Uma Abordagem Holística”, em que vai estar em discussão uma diversidade de assuntos, alguns deles pouco usuais neste tipo de eventos, que vem ao encontro da necessidade de respostas dos profissionais de saúde, como referiu Maria Inês Sequeira.

«O doente oncológico habitualmente é muito centrado no tratamento propriamente dito mas há muito mais para além disso, e nós conseguimos melhorar bastante a qualidade de vida dos doentes sem ser quando estamos a falar do tratamento, portanto, de outras temáticas que estão ali à volta do doente e também da família», daí a opção de tratar dos temas «menos falados».

«O tratamento é óbvio que é fundamental mas há toda uma área envolvente que é preciso optimizar para termos também os melhores resultados no tratamento», completa a assistente hospitalar.

A nutrição é um dos exemplos. Para além de ser um dos temas do encontro, será promovido um workshop, orientado por Joana Marta, nutricionista da ULS da Guarda, para doentes e cuidadores, a acontecer esta Sexta-feira, entre as 15h30 e as 17h00, no Átrio do Pavilhão Novo do hospital da Guarda. (Notícia completa na edição em papel)

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close