Infraestruturas de Portugal consigna construção da A25 entre Vilar Formoso e a fronteira

A Infraestruturas de Portugal (IP) consignou a empreitada de construção do troço final da autoestrada A25 de ligação entre Vilar Formoso e a fronteira, prevendo finalizar os trabalhos em Agosto de 2020.
A empreitada, que foi consignada na Segunda-feira, representa um investimento de 13,2 milhões de euros e vai contribuir para a «melhoria da ligação rodoviária com a Europa», segundo a empresa. «A assinatura do auto de consignação marca o início da empreitada que tem um prazo de execução de 450 dias e envolve um investimento de 13,2 milhões de euros na concretização de uma ligação transfronteiriça à A62 – Autovia de Castilla, com melhores condições de mobilidade e segurança rodoviária», refere a IP em comunicado.
Segundo a fonte, a obra, que tem conclusão prevista para 11 de Agosto de 2020, compreende a execução de um troço com 3,5 quilómetros de extensão em perfil de auto-estrada (que fará a ligação com a A62 junto à localidade de Fuentes de Onõro) e a reformulação do actual nó da vila fronteiriça de Vilar Formoso, no concelho de Almeida.
A intervenção contempla ainda, entre outros trabalhos, a construção de um viaduto com 330 metros de extensão sobre a ribeira de Tourões, a realização de dois ramos de acesso ao nó de Fuentes de Oñoro e a criação de duas rotundas e de sete restabelecimentos que assegurarão a ligação com a rede viária local.
Segundo a IP, a concretização do investimento irá permitir a conclusão da auto-estrada A25 (Aveiro – Vilar Formoso), ligando o porto de Aveiro a Espanha através de auto-estrada, e «assegurar ao tráfego de longo curso, sobretudo de veículos pesados, uma via mais eficiente, com melhores condições de comodidade e de segurança na ligação com a Europa».
A A25 insere-se na denominada Rede Transeuropeia E80, que se inicia em Aveiro (porto de Aveiro) e estende-se até à fronteira de Espanha, em Vilar Formoso. «O presente empreendimento permitirá concluir a ligação em perfil de autoestrada em toda a sua extensão, fortalecendo a conectividade territorial e a articulação às redes europeias de transportes, potenciando as trocas comerciais de bens e serviços», refere a empresa.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close