Inoculação da Amnésia

Num destes feriados de confinamento obrigatório, saí de casa para recordar na melhor das etiquetas respiratórias e, também, no mais estrito cumprimento do distanciamento social, como era a paisagem que vivi na minha adolescência. E não encontrei vivalma. Não tive sequer oportunidade de usar a minha máscara.

Tudo era bem diferente pois as árvores pareciam morrer por os homens que as plantaram e faziam viver já terem morrido e os que sobramos estamos velhos e sem esperança de as fazermos renascer. Tudo se conjuga para que os campos continuem abandonados e sem préstimo, e só porque os mercados dão indicações no sentido da inviabilidade da produção agrícola ou pecuária. Mesmo os gatos e os cães não parecem ter melhor sorte.

Contudo, ainda há pouco um líder partidário mandou um dos seus homens criar o Movimento pelo Interior e tudo já foi esquecido. Assim, o remédio que aplicaram a este povo que emigra, foi a inoculação da amnésia como remédio contra qualquer sofrimento, que possa ter, quando se lembrar das promessas não cumpridas. Antes, para que não se preocupasse em lutar, os psiquiatras inocularam-lhe stress.

No meu passeio recordei um Ministro do Ambiente, que prometia tudo e mais alguma e acabou primeiro ministro para nos lançar em miragens de desenvolvimento que só nos empobreceram. Recordamos embora os juízes digam que não conseguem ler todos os processos das suas muitas acusações e, assim, tudo marcha muito lentamente na Justiça. Seguiu-se um outro, bem mais hábil pois já ninguém se recorda dele. É por ter um partido melhor já que consegue amnesiar mais que o outro.

Tendo os governos prosseguido sistematicamente um processo de subinvestimento na saúde, esquecem e querem fazer esquecer este facto quando acontecem casos dramáticos no nosso Interior, que evidenciam falhas no acesso aos cuidados de saúde tal como acontece em muitos concelhos como Freixo de Espada à Cinta, onde o boletim epidemiológico emitido no dia 27 de Novembro pela Unidade de Saúde Local (ULS) Nordeste, o concelho de Freixo de Espada à Cinta regista 125 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus (https://www.noticiasaominuto.com/pais/1638050/freixo-de-espada-a-cinta-com-maior-numero-de-casos-por-100-mil-habitantes, acesso em 1 de dezembro de 2020).

Estamos bem melhor que os Norte-Americanos que sofreram as medidas erráticas e sem nexo de Donald Trump, onde o melhor que fez foi servir de cobaia a um tratamento de ponta que, tendo êxito, sinalizou este remédio como uma esperança para toda a Humanidade. Antes foi recusando terapêuticas que seguiam as regras da ciência médica, causando milhares de mortes, dando enfim um mau exemplo a muitos outros governantes do mundo qual deles o mais mentecapto. E o exemplo mais elucidativo é Jair Messias Bolsonaro.

Também o seu comportamento de contestação aos resultados eleitorais comprova que a democracia americana está em crise, assim como demonstra que há muito para melhorar, assim como demonstra que os EUA não podem ser os polícias da democracia mundial, nem podem impor alterações dos resultados eleitorais quando estes não lhe agradam. Nem sequer podem apelidar de terroristas homens e mulheres de outros povos só porque têm ideias diferentes. É o que não devemos esquecer, recusando quaisquer tratamentos de inoculação de amnésia. Algo que os meios de comunicação social vão tentar fazer, dizendo que nada disto se vai repetir.

Tudo o que vivemos neste ano de pandemia devemos recordar e analisar sempre como forma de escaparmos a repetições de erros. Só assim construiremos um futuro melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close