Ir viver para o Interior pode garantir apoios até 4800 euros

O programa “Trabalhar no Interior”, que foi apresentado esta segunda-feira pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante um fórum em Bragança, inclui incentivos de contratação para empresas, medidas de apoio ao regresso dos emigrantes e ainda projectos de incentivo às redes mais acessíveis para habitar no Interior.
De acordo com o programa, que inclui a medida “Emprego Interior MAIS”, está prevista a disponibilização de um financiamento inicial de até 4.827 euros para os trabalhadores que decidam mudar-se para o Interior do país. Haverá ainda incentivos de contratação para empresas, medidas de apoio ao regresso dos emigrantes e ainda projectos de incentivo às redes mais acessíveis para habitar no Interior. Os estágios profissionais que se realizem no Interior terão uma majoração de 10 pontos percentuais na comparticipação da bolsa pelo IEFP, bem como a majoração em 20% do prémio-emprego. A nível da formação profissional, o Governo vai abrir 13 Centros Qualifica, e serão flexibilizadas as regras relativas ao número mínimo de alunos por curso. Mais pormenores na edição desta semana do Jornal Terras da Beira.

Comentar

. logged in para comentar.

Artigos relacionados

SiteLock

Voltar para o topo

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close