João Mário Amaral é o cabeça-de-lista do CDS pelo círculo eleitoral da Guarda

João Mário Amaral, empresário e presidente da Associação de Artesãos da Serra da Estrela, é o cabeça-de-lista do CDS pelo círculo eleitoral da Guarda às legislativas de 30 de Janeiro. Foi esta a escolha do presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos. Em segundo lugar deverá surgir Carolina Figueiredo, líder da Juventude Popular de Aguiar da Beira, e em terceiro Dora Vilhena, presidente da Comissão Política de Figueira de Castelo Rodrigo. José Saraiva (Pinhel), Anabela Melo (Figueira de Castelo Rodrigo) e Mário Abranches (Seia) deverão ser os restantes elementos da lista. As listas de todos os candidatos do partido foram aprovadas ontem (Quarta-feira) pelo Conselho Nacional, com 84% de votos a favor.

De acordo com fonte do partido, de um total de 127 conselheiros, 107 votaram a favor (84%), 16 votaram contra (13%) e quatro abstiveram-se (3%). No entanto, nos casos das listas de Lisboa, Aveiro e Viseu foram aprovados apenas os nomes indicados pela direcção, a quota nacional, uma vez que as respectivas distritais «ainda não enviaram» todos os nomes que vão compor essas listas, explicou a mesma fonte. Para Sexta-feira ficou agendada nova reunião do órgão máximo entre congressos, para finalizar a aprovação dessas listas.

O Conselho Nacional do CDS-PP esteve reunido por videoconferência desde cerca das 22:00 de quarta-feira e a votação decorreu já esta madrugada. Os nomes indicados pela direcção do CDS-PP já tinham sido aprovados ao início da noite pela Comissão Política Nacional, por unanimidade.

De acordo com os critérios de escolha dos candidatos a deputados, aprovados no final de Novembro, cabe à direcção escolher os cabeças de lista pelos círculos eleitorais do continente, os candidatos pelos círculos da Europa e de Fora de Europa, além da segunda, terceira e quarta posições da lista por Lisboa e da segunda e terceira pelo Porto. Os restantes candidatos são indicados pelas respectivas distritais e no caso da Madeira e Açores a escolha é das estruturas regionais.

Ao contrário do resto do país, em que concorre sozinho, o CDS-PP vai apresentar-se às eleições legislativas de 30 de janeiro coligado com o PSD no círculo da Madeira e com o PSD e o PPM no dos Açores.

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, encabeça a lista por Lisboa, contando com o ex-líder José Ribeiro e Castro como “número dois”, a arquitecta e vogal da Comissão Política Nacional Margarida Bentes Penedo na terceira posição e o líder da Juventude Popular, Francisco Camacho, na quarta.

No Porto, a cabeça de lista é a advogada e membro do Conselho Nacional Filipa Correia Pinto, com o coordenador autárquico do partido, Fernando Barbosa, a ocupar a segunda posição.

Em Braga, a escolha recaiu sobre o ex-deputado José Paulo Areia de Carvalho, em Setúbal, o CDS apresenta como cabeça de lista a porta-voz do partido, Cecília Anacoreta Correia, em Aveiro, o presidente da Câmara de Albergaria-a-Velha, António Loureiro, e em Leiria, o coordenador do gabinete de estudos, António Galvão Lucas.

A lista pelo círculo eleitoral de Castelo Branco é encabeçada por Maria Inês Moreira, a de Santarém pelo vice-presidente Pedro Melo e a de Coimbra por Jorge Alexandre Almeida.

Na declaração aos jornalistas na quarta-feira à noite, o líder centrista realçou que as listas são pautadas «pelo mérito, pela abertura à sociedade civil e pela renovação de protagonistas» e «revelam a moralização da vida política que o CDS defende», acrescentando que deve ser evitada «a eternização dos políticos nos seus lugares».

Segundo relataram à Lusa fontes que estiveram presentes na reunião do Conselho Nacional, o presidente do CDS-PP considerou que a escolha dos candidatos é um “processo difícil e doloroso” e apontou que houve opções que “foram mais pacíficas, outras nem tanto”.

Nas últimas eleições legislativas, em 2019, o CDS-PP elegeu cinco deputados: dois por Lisboa (Assunção Cristas e Ana Rita Bessa), um por Braga (Telmo Correia), um pelo Porto (Cecília Meireles) e um por Aveiro (João Almeida).

PUB

O website do Terras da Beira utiliza cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies Mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close